Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

SP pode rever flexibilização de máscaras após casos da Ômicron

Dois brasileiros foram diagnosticados com a variante da Covid-19

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 nov 2021, 19h12 - Publicado em 30 nov 2021, 19h09

O governo de São Paulo pediu um novo parecer do Comitê Científico da Covid19 sobre a flexibilização do uso de máscaras no estado após a confirmação de casos da variante Ômicron no Brasil.

Um homem que estava na África do Sul e a esposa tiveram resultado positivo para a variante ao tentarem embarcar novamente para o país no Aeroporto de Guarulhos. A liberação do uso de máscaras em ambientes abertos está programada para o dia 11 de dezembro, inicialmente.

+ Capital usará Pfizer como segunda dose em quem recebeu a Janssen

O novo parecer do Comitê deve ficar pronto na próxima semana, segundo o governo. “O nosso parâmetro sempre foi o cenário epidemiológico em São Paulo. E, por isso, precisamos saber o impacto da nova variante com a flexibilização do uso de máscaras em espaços aberto”, disse o governador João Doria.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade