Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Final de semana terá postos funcionando para segunda dose contra Covid-19

Campanha em SP também é voltada para crianças e adolescentes que estão com outras vacinas pendentes

Por Redação VEJA São Paulo 13 out 2021, 15h28

O estado de São Paulo terá durante o próximo final de semana um esquema especial de funcionamento dos postos de saúde para a aplicação de doses de vacinas na população.

De acordo com a gestão João Doria (PSDB), a medida é voltada para quem está com a segunda dose contra a Covid-19 atrasada ou crianças que têm vacinas contra outras doenças pendentes. Cerca de 5 000 postos irão abrir em todo o estado, das 7h às 19h, no sábado (16).

Cerca de 4,1 milhões de paulistas estão com a data da segunda dose atrasada. Destes, 2,1 milhões precisam retornar aos postos para completar o ciclo vacinal da Pfizer, 915 000 da CoronaVac e 1 milhão da AstraZeneca.

“O foco dessa vacinação é na segunda dose que está atrasada, tanto para os adultos como para adolescentes. Com o aporte financeiro do Governo do Estado de SP, os 645 municípios também poderão colocar em dia a vacinação no registro da plataforma Vacivida”, afirmou a coordenadora geral do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.

No caso do público jovem, de acordo com levantamento do governo estadual, 6 a cada 10 crianças e adolescentes que compareceram aos postos de saúde desde o dia 1º de outubro estavam com vacinas atrasadas. No próximo sábado, até o dia 29 de outubro, dezesseis tipos de vacinas serão oferecidas para os que estão com espaços da carteira de vacinação vazios.

  •  

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade