Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Paulo Gustavo apresenta piora e médicos usam pulmão artificial

Por causa do agravamento do estado de saúde, ator faz terapia por ECMO, Oxigenação por Membrana Extracorpórea

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 3 abr 2021, 10h16 - Publicado em 3 abr 2021, 10h13

Paulo Gustavo, internado desde o dia 13 de março com Covid-19, apresentou piora no estado de saúde e passou a utilizar um pulmão artificial, de acordo com informações da assessoria de imprensa do ator divulgadas na noite de sexta-feira (2).

Segundo a nota, Paulo Gustavo chegou a apresentar melhora, “mas devido ao agravamento do quadro clínico, teve que evoluir à terapia por ECMO – Oxigenação por Membrana Extracorpórea”. Ele segue em terapia intensiva e está intubado desde o dia 21.

“Optamos pelo início da terapia coadjuvante com ECMO, com o objetivo de permitir uma melhor recuperação da função pulmonar. Após o agravamento ocorrido, a situação permanece estável nas últimas horas”, informou a equipe médica, na nota.

A família agradeceu o apoio e carinhos dos fãs e pediu que continuem a enviar boas energias e orações para sua recuperação e para de todos os que se encontram na mesma situação.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade