Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

SP: internações por Covid atingem menor número desde abril de 2020

Tendência de queda, no entanto, foi freada por estabilização nas internações na semana passada

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 set 2021, 12h17 - Publicado em 13 set 2021, 11h50

O estado de São Paulo registrou no último domingo (12) menos de 5 500 pacientes internados com Covid-19. O número é o mais baixo dos últimos 17 meses, ou seja, desde abril de 2020. Segundo o governo, esse resultado reflete o avanço da campanha de vacinação.

No dia foram registrado 5 483 pacientes hospitalizados. 2 691 estão em leitos de Unidades de Terapia Intensiva, as UTIs, e 2 792 estão em enfermarias. No dia 13 de abril de 2020, a internações totais somavam 5 768. A taxa de ocupação atual no estado dos leitos de UTI é de 33,1%. Na Grande São paulo, o número sobe para 37,7%.

Entre os dias 29 de agosto e 4 de setembro (35ª Semana Epidemiológica), São Paulo registrou a sua menor taxa de internação por Covid-19 do ano, com média de 639 novas internações por dia. Mas essa tendência de queda parou de ocorrer na última semana.

Terceira dose na capital

A cidade de São Paulo avança na aplicação da terceira dose de vacinas contra Covid-19 nesta segunda-feira (13), e começa a vacinar os idosos a partir dos 85 anos de idade. Até a semana passada, a aplicação era voltada para quem tinha 90 anos ou mais.

Com a falta de imunizantes da AstraZeneca no estado, nesta segunda a prefeitura liberou doses da Pfizer para quem está com a aplicação da segunda dose do imunizante produzido pela Fiocruz atrasada. Segundo a prefeitura, até o início da tarde desta segunda-feira os postos de vacinação deverão estar abastecidos com cerca de 340 000 doses voltadas para quem está com a AstraZeneca atrasada.

Drive-thrus e postos em farmácias funcionam normalmente nesta segunda. A gestão municipal recomenda que quem precisa se imunizar com a segunda dose verifique a disponibilidade de imunizantes nas unidades de saúde por meio da plataforma De Olho na Fila.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade