Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Capital avança na faixa etária da terceira dose contra Covid-19

Nesta segunda (13) prefeitura aplica doses da Pfizer para quem está com a segunda dose da AstraZeneca atrasada

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 set 2021, 09h57 - Publicado em 13 set 2021, 09h54

A cidade de São Paulo avança na aplicação da terceira dose de vacinas contra Covid-19 nesta segunda-feira (13), e começa a vacinar os idosos a partir dos 85 anos de idade. Até a semana passada, a aplicação era voltada para quem tinha 90 anos ou mais.

Com a falta de imunizantes da AstraZeneca no estado, nesta segunda a prefeitura liberou doses da Pfizer para quem está com a aplicação da segunda dose do imunizante produzido pela Fiocruz atrasada. Segundo a prefeitura, até o início da tarde desta segunda-feira os postos de vacinação deverão estar abastecidos com cerca de 340 000 doses voltadas para quem está com a AstraZeneca atrasada.

Drive-thrus e postos em farmácias funcionam normalmente nesta segunda. A gestão municipal recomenda que quem precisa se imunizar com a segunda dose verifique a disponibilidade de imunizantes nas unidades de saúde por meio da plataforma De Olho na Fila.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade