Clique e assine por apenas 6,90/mês

Hospital de Campanha do Ibirapuera receberá pacientes de Campinas

Enquanto capital e região metropolitana apresentam queda de casos, houve aumento expressivo no número de infectados no interior do estado

Por Agência Brasil - 8 Jul 2020, 15h39

O governador de São Paulo, João Doria, disse hoje (8) que o Hospital de Campanha do Ibirapuera vai passar a receber pacientes com novo coronavírus da região de Campinas, no interior paulista.

“A partir de agora ele [o hospital do Ibirapuera] passará a receber, preferencialmente, pacientes da região de Campinas e também de outras regiões do interior do estado de São Paulo para permitir o atendimento correto e efetivo, sem o aumento de custo. Não há necessidade de montar um hospital de campanha em Campinas, por exemplo, se temos um aqui montado, em boas condições e seguindo as regras sanitárias”, disse o governador.

Segundo ele, essa medida vai economizar gastos públicos. “Não há necessidade de gastar dinheiro público para desmontar um hospital e montar um outro em Campinas. É mais barato e mais eficiente providenciar transporte e ambulâncias com UTIs [unidades de terapia intensiva] e abrigar estes pacientes no hospital do complexo do Ibirapuera”, disse Doria.

O Hospital de Campanha do Ibirapuera foi instalado no Ginásio do Ibirapuera no dia 1º de maio deste ano e tem 240 leitos de enfermaria e 28 leitos de estabilização (equipados com recursos para tratamento de pacientes mais graves) para tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

Continua após a publicidade

Os hospitais de campanha recebem pacientes com sintomas de Covid-19 de baixa e média complexidade, transferidos dos equipamentos de saúde. No caso do Ibirapuera, ele recebia, até então, pacientes de unidades de saúde da capital e da região metropolitana. Mas, com a diminuição de casos da Covid-19 na capital e na região metropolitana – e com o aumento expressivo pelo interior do estado, o hospital do Ibirapuera vai agora ajudar a absorver essa demanda.

 

Publicidade