Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Em erro da prefeitura, agentes da CET recebem vacina contra a Covid-19

Secretaria municipal da Saúde autorizou, equivocadamente, os funcionários da companhia a receberem os imunizantes na terça-feira (14)

Por Redação VEJA São Paulo 14 abr 2021, 11h02

Agentes da CET, Companhia de Engenharia de Tráfego, receberam de forma equivocada a vacina contra a Covid-19 nesta terça-feira (13). A secretaria municipal da Saúde de São Paulo cometeu um erro que permitiu que esses profissionais fossem vacinados, mesmo não fazendo parte do público alvo nesta fase do plano de imunização.

A pasta enviou um comunicado aos funcionários da companhia afirmando que eles poderiam receber vacinas a partir do dia 13 de abril e seria necessário apenas a apresentação de crachá nos postos de saúde. No entanto, a autorização não era para o imunizante contra o vírus da pandemia, mas sim contra o vírus da gripe, o H1N1.

A gestão municipal percebeu o erro após imagens dos agentes da CET recebendo a vacina serem publicadas nas redes sociais. Na tarde desta mesma terça-feira (13) foi enviado um segundo comunicado, explicitando que esse grupo só poderia receber a vacina contra o H1N1.

Por meio de nota, a prefeitura da capital afirma estar apurando o equívoco e que a inclusão do grupo desses profissionais depende do recebimento de mais doses do imunizante contra a Covid-19. As pessoas que receberam a primeira dose receberão a segunda normalmente.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade