Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cirurgiã é suspensa após compartilhar vídeos com pele de pacientes no TikTok

Médica atendia em Ribeirão Preto (SP); suspensão é válida enquanto Cremesp investiga publicações

Por Redação VEJA São Paulo 10 abr 2021, 15h58

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) suspendeu temporariamente na última quinta-feira (8) o CRM (registro profissional) da cirurgiã plástica Caren Trisoglio Garcia por divulgar na internet vídeos mostrando pedaços de pele e gordura humana após cirurgias. As informações são do G1.

A médica atendia em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e as investigações sobre sua conduta ocorrem sob sigilo. No momento, o CRM de Caren segue inativo, ou seja, ela não poderá atender outros pacientes. Caso o conselho encontre irregularidades, a cirurgiã pode ter seu registro cassado.

A medida foi pedida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC) por considerar os vídeos antiéticos e sensacionalistas. Em um deles, a cirurgiã segura um pedaço de pele, que chama de “troféu de hoje”, e sacos com gordura humana enquanto dança e dá risadas no TikTok. Caren dividia sua rotina no trabalho com 636 mil seguidores na rede social.

De acordo com a entidade, a médica infringiu cinco artigos do regimento interno, entre eles o que proíbe o compartilhamento de imagens de partes do corpo ou de pré ou pós-operatórios (mesmo com autorização do paciente).

“O ambiente cirúrgico, da forma como foi mostrado, não é conduta de um cirurgião plástico”, afirmou Estéfano Luiz Favaretto, presidente da Associação de Cirurgiões Plásticos de Ribeirão Preto, afirmou em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo.

Procurada pela reportagem, Caren não comentou sobre a suspensão ou suas publicações.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade