Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Capital recebe 344 mil doses da Pfizer nesta quarta-feira (15)

Imunizantes serão usados em quem está com segunda dose da AstraZeneca em atraso e como dose de reforço em idosos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 set 2021, 09h40 - Publicado em 15 set 2021, 09h36

Um lote com 344 mil doses da Pfizer chegou à cidade de São Paulo nesta quarta-feira (15). As vacinas serão utilizadas pela prefeitura para imunizar quem tomou a primeira dose da AstraZeneca e está com o ciclo vacinal atrasado. O lote também servirá como dose de reforço em idosos.

Há escassez de vacinas na cidade e a quantia recebida ainda é insuficiente para atender a todos que precisam completar o esquema vacinal e aos idosos que precisam da dose de reforço.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que essa medida excepcional e emergencial se deve à indisponibilidade momentânea das vacinas de AstraZeneca. O município aguarda a entrega de novos lotes do imunizante pelo Ministério da Saúde. Cabe salientar que é segura e eficaz a combinação dos dois tipos de vacinas.

A pasta recomenda à população que acompanhe a disponibilidade de segundas doses dos imunizantes por meio da plataforma De Olho na Fila.

Toda a rede estará aberta para a imunização do público elegível para primeira dose, segunda dose e dose adicional. Os idosos devem comparecer a um dos postos de vacinação do município com o comprovante de vacinação, documento com foto e comprovante de residência na capital.

A lista completa de postos pode ser encontrada na página Vacina Sampa.

Com informações da Agência Brasil 

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade