Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Capital passa a fracionar datas de vacinação e lança ‘filômetro’

O objetivo da medida é evitar filas e aglomerações nos pontos de imunização, afirma a prefeitura

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 jun 2021, 13h04 - Publicado em 15 jun 2021, 10h19

A cidade de São Paulo vai começar a fracionar datas para os próximos grupos a serem vacinados contra a Covid-19. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira. A faixa etária que inaugura o procedimento é a de pessoas entre 50 e 59 anos. As idades serão divididas em pares.

Desda a última segunda-feira (14), pessoas com 58 e 59 anos podem se vacinar na capital. Quem perder a data indicada poderá se vacinar posteriormente. O objetivo da medida é evitar filas e aglomerações nos pontos de imunização.

LEIA TAMBÉM: Covid-19: Janssen adia entrega de 3 milhões de vacinas

A prefeitura também anunciou a ferramenta “De Olho na Fila”, espécie de ‘filômetro’ online para que as pessoas saibam, em tempo real, como está o movimento em pontos de vacinação. Ela pode ser acessada em https://deolhonafila.prefeitura.sp.gov.br/.

“Para evitar aglomerações, que a gente sempre evita, e oferecer qualidade de vacinação, nós decidimos escalonar. Também estamos seguindo o cronograma do governo do estado”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes (MDB).

Veja as datas:

  • Terça-feira (15): 58 e 59 anos
  • Quarta-feira (16): 56 e 57 anos
  • Quinta-feira (17): 54 e 55 anos
  • Sexta-feira (18): 52 e 53 anos
  • Sábado (19): 50 e 51 anos
  • Segunda (21) e terça (22): repescagem das idades anteriores
  • Continua após a publicidade
    Publicidade