Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Governo de SP anuncia ativação de 500 novos leitos para Covid-19

Saturadas, UTIs receberão 339 deles; ampliação da capacidade de leitos disponíveis para a população ocorrerá no decorrer do mês

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 3 mar 2021, 15h37 - Publicado em 3 mar 2021, 15h35

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (3), em coletiva no Palácio do Planalto, a ativação de 500 novos leitos para o combate à pandemia do novo coronavírus. Desses, 339 leitos são de UTI e outros 161 de enfermaria em hospitais estaduais, municipais e vinculados ao SUS, como Santas Casas e serviços filantrópicos.

“Os leitos serão ativados gradualmente a partir do dia 8 de março para reforçar o sistema público de saúde no estado. Lembrando, vamos enfrentar nas duas próximas semanas as duas piores semanas da pandemia no Brasil desde março do ano passado”, disse Doria.

Os novos leitos serão ativados no decorrer do mês para auxiliar na absorção da demanda dos casos de Covid-19 em unidades hospitalares da Grande São Paulo, Campinas, Araçatuba, Araraquara, Piracicaba, Marília, Presidente Prudente e Litoral Norte paulista.

“Estamos monitorando diariamente a situação nas regiões e em todo o Estado para reforçar a rede hospitalar para enfrentar o recrudescimento da pandemia. Para fortalecer o SUS paulista decidimos ampliar os leitos para continuar garantindo assistência a todos que precisarem”, afirmou o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, o estado ultrapassou as 7 mil internações em UTI, após registrar alta de 18,3% na taxa de novas internações nos últimos 14 dias: passou da média de 1.541 novos pacientes internados diariamente na semana entre 14 e 20 de fevereiro para 1.823 na semana entre 21 de fevereiro e o último domingo (28).

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade