Oguru Sushi & Bar (Desde 2016)

Tipos de Restaurantes: Japoneses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Campos Bicudo, 141 - Itaim Bibi - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 26092622
Horário:
segunda-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
terça-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
quarta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
quinta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00
sexta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00
sábado
12:30 - 16:00 - 19:00 - 00:00
domingo
Fechado
monetization_on

Faixa de preço

De R$116,00 a R$175,00

check_circle

Informações adicionais

Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (60), Levar vinhos (permite) (R$ 40,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

O ambiente, que lembra o de um bar, escurinho à noite e embalado por música animada, atrai o público jovem. Há sugestões à la carte, mas esse cardápio não costuma ser entregue ao cliente — quem manda aqui é o rodízio (R$ 119,00 por pessoa). Depois de servirem o carpaccio de polvo firme com ovas negras e a versão de salmão com raspas de limão-siciliano mais um enjoativo azeite de trufa, os ágeis garçons vão trazendo aperitivos como o guioza de porco frito de massa fina e crocante, viciante, e a chapa de cogumelo shimeji carnudo. Sashimi? Tem de salmão cru ou maçaricado, robalo, atum, agulhão mais uma opção do dia. Circulam pelo salão em bandejas sushis como os niguiris feitos de bolinhos de arroz bem temperado e sem ser compactos demais cobertos de atum e robalo com raspas de limão, entre outros. O jow, peça enrolada no salmão, peca pelo acabamento — pode vir quase desmontado. Em um prato chega a seleção “nobre” de sushis, com itens como vieira e salmão com gema de ovo de codorna trufado. A versão do festival no almoço de segunda a sexta, reduzida, custa R$ 76,00 ou R$ 88,00 (com sashimi).

Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

    Comer e beber

    • 2019 - Participante

      Restaurantes - Japoneses Comer e Beber .

      O ambiente, que lembra o de um bar, escurinho à noite e embalado por música animada, atrai o público jovem. Há sugestões à la carte, mas esse cardápio não costuma ser entregue ao cliente — quem manda aqui é o rodízio (R$ 119,00 por pessoa). Depois de servirem o carpaccio de polvo firme com ovas negras e a versão de salmão com raspas de limão-siciliano mais um enjoativo azeite de trufa, os ágeis garçons vão trazendo aperitivos como o guioza de porco frito de massa fina e crocante, viciante, e a chapa de cogumelo shimeji carnudo. Sashimi? Tem de salmão cru ou maçaricado, robalo, atum, agulhão mais uma opção do dia. Circulam pelo salão em bandejas sushis como os niguiris feitos de bolinhos de arroz bem temperado e sem ser compactos demais cobertos de atum e robalo com raspas de limão, entre outros. O jow, peça enrolada no salmão, peca pelo acabamento — pode vir quase desmontado. Em um prato chega a seleção “nobre” de sushis, com itens como vieira e salmão com gema de ovo de codorna trufado. A versão do festival no almoço de segunda a sexta, reduzida, custa R$ 76,00 ou R$ 88,00 (com sashimi).

      Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

    • 2018 - Participante

      Japoneses Comer & Beber .

      Uma galera badalada vai e volta sempre ao salão escurinho e menos grandalhão que o da maioria dos restaurantes que servem rodízio (R$ 113,00 por pessoa). Ponto positivo é o sashimi, de peixes variados como robalo e carapau (nem sempre disponível), bem cortados. Só o de atum mereceria ser mais carnudo. Também não faz feio o niguiri de salmão chamuscado no maçarico com uma lâmina de alho. Para quem gosta, tem ainda sushi de salmão trufado com gema de ovo por cima. Na ala dos pratos quentes, peça a anchova negra ao missô com sabor adocicado No almoço de segunda a sexta, serve no almoço uma versão executiva mais simples por R$ 71,00 e R$ 83,00 (com sashimi). (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Japoneses Comer & Beber .

      Com espírito jovem e uma variada carta de coquetéis, o rodízio ocupa uma extinta filial do Dhaigo e mantém no grupo Sandro Myasaki, ex-sócio do japonês. As atendentes rodam o salão com bandejas de sushi, como niguiris de peixe-serra e carapau, hossomaki de salmão e batera apimentado de atum. Deixe de lado o enjoativo hot roll de banana e o uramaki de skin e salmão, que parece feito às pressas. O sashimi agrada pela oferta variada de pescados, que, além do atum e do salmão de sempre, pode trazer agulhão, robalo, olhete... Custa R$ 103,00 no jantar e no sábado o dia todo. No almoço durante a semana, com menos opções, o rodízio sai por R$ 65,00 (sem sashimi) ou R$ 75,00. (Preços checados em setembro de 2017).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s