Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Lido Amici di Amici

(Desde 2019)

Tipos de Restaurantes: Cantina / Trattoria

VejaSP:

Endereço: Rua Fradique Coutinho, 282 - Pinheiros - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 23849839

Site: lidobar.com.br

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 18:30 - 23:00

quarta-feira 18:30 - 23:00

quinta-feira 18:30 - 23:00

sexta-feira 18:30 - 23:00

sábado 18:30 - 23:00

domingo - Fechado

Faixa de preço: De R$1,00 a R$150,00

Informações adicionais: Entrega em domicílio, Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (33), Levar vinhos (permite) (R$ 70,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato

Foi um susto. Em abril e maio deste ano, o Lido Amici di Amici deixou de funcionar. Não passou, porém, de um recesso para serenar as turbulências de mais um fechamento do comércio provocado pela pandemia. Felizmente, o chef e sócio Roberto Rebaudengo retomou com tudo as atividades da charmosa e piccolina trattoria, campeã no ano passado e que nesta edição volta ao lugar máximo do pódio. Ainda que mantendo o necessário distanciamento, em especial no mesão coletivo do térreo, coberto por azulejos brancos, o público vai em busca, principalmente, de receitas típicas da Ligúria recriadas pelo cozinheiro, que está há doze anos no Brasil. Sobram exemplos de opções cheias de sabor vindas de Gênova. É o caso da pizzata, uma focaccia sem fermento recheada de queijo stracchino que pode receber coberturas como pesto, queijo burrata e pinhole (R$ 68,00). Uma pedida típica de inverno, o minestrone traz feijão fresco mais legumes em cubos e é finalizado com pesto (R$ 42,00) — o cozinheiro recomenda que se coma frio nos dias mais tórridos. Clássico do Piemonte, o agnolotti del plin (R$ 68,00) é recheado de brasato, uma carne de cocção lenta que depois de pronta se junta a couve cavolo nero e queijo nacional Tulha. Após o cozimento da massa, recebe um substancioso molho de carne. Banhada por uma fresquíssima calda de frutas vermelhas, a panacota (R$ 34,00) é o desfecho ideal para a refeição.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.

 

    Foi um susto. Em abril e maio deste ano, o Lido Amici di Amici deixou de funcionar. Não passou, porém, de um recesso para serenar as turbulências de mais um fechamento do comércio provocado pela pandemia. Felizmente, o chef e sócio Roberto Rebaudengo retomou com tudo as atividades da charmosa e piccolina trattoria, campeã no ano passado e que nesta edição volta ao lugar máximo do pódio. Ainda que mantendo o necessário distanciamento, em especial no mesão coletivo do térreo, coberto por azulejos brancos, o público vai em busca, principalmente, de receitas típicas da Ligúria recriadas pelo cozinheiro, que está há doze anos no Brasil. Sobram exemplos de opções cheias de sabor vindas de Gênova. É o caso da pizzata, uma focaccia sem fermento recheada de queijo stracchino que pode receber coberturas como pesto, queijo burrata e pinhole (R$ 68,00). Uma pedida típica de inverno, o minestrone traz feijão fresco mais legumes em cubos e é finalizado com pesto (R$ 42,00) — o cozinheiro recomenda que se coma frio nos dias mais tórridos. Clássico do Piemonte, o agnolotti del plin (R$ 68,00) é recheado de brasato, uma carne de cocção lenta que depois de pronta se junta a couve cavolo nero e queijo nacional Tulha. Após o cozimento da massa, recebe um substancioso molho de carne. Banhada por uma fresquíssima calda de frutas vermelhas, a panacota (R$ 34,00) é o desfecho ideal para a refeição.

    Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.