Kaá (Desde 2008)

Tipos de Restaurantes: Cozinha variada
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 279 - Vila Nova Conceição - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 30450043
Horário:
segunda-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00
terça-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00
quarta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00
quinta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 00:00
sexta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 01:00
sábado
12:00 - 17:00 - 19:00 - 01:00
domingo
12:00 - 17:00
monetization_on

Faixa de preço

De R$151,00 a R$250,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Estacionamento/Valet (R$ 25,00), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (180), Comida (couvert) (R$ 14,50), Levar vinhos (permite) (R$ 60,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

No ambiente de pé-direito avantajado, cheio de plantas na parede lateral e com um espelho- d’água na entrada, um almoço executivo, mesmo que mais caro que o dos concorrentes do bairro (sai por R$ 77,50), vale a visita. Depois de um tartare de salmão com carpaccio de abobrinha e  raspinhas de limão, uma das opções é o tagliolini ao molho de camarão e alcachofra com tomate e folhas de rúcula. Na linha dos clássicos, a cozinha acerta em cheio no filé ao poivre com nhoque na manteiga (R$ 76,00), mas patina no petit gâteau (R$ 27,00). A versão do bolinho de chocolate branco e laranja chegou assada demais. Numa segunda tentativa, veio cremosa no interior.

Preços checados em setembro de 2017.

    FIM DE ANO

    O restaurante de cozinha variada oferece combos no almoço e no jantar entre R$ 120,00 e R$ 200,00. A versão de R$ 170,00 dá direito a canapés e pratos em pequenas porções. Também há café da tarde, por R$ 50,00.

    Comer e beber

    • 2017 - Participante

      Restaurantes Variados Comer & Beber .

      No ambiente de pé-direito avantajado, cheio de plantas na parede lateral e com um espelho- d’água na entrada, um almoço executivo, mesmo que mais caro que o dos concorrentes do bairro (sai por R$ 77,50), vale a visita. Depois de um tartare de salmão com carpaccio de abobrinha e  raspinhas de limão, uma das opções é o tagliolini ao molho de camarão e alcachofra com tomate e folhas de rúcula. Na linha dos clássicos, a cozinha acerta em cheio no filé ao poivre com nhoque na manteiga (R$ 76,00), mas patina no petit gâteau (R$ 27,00). A versão do bolinho de chocolate branco e laranja chegou assada demais. Numa segunda tentativa, veio cremosa no interior. (Preços checados em setembro de 2017).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Restaurantes variados Comer & Beber .

      Falta constância à cozinha que funciona no belíssimo salão de pé-direito alto e com o jardim vertical mais impressionante da cidade. Mesmo com o chef executivo Massimo Barletti à frente do menu (o francês Laurent Suaudeau saiu recentemente), acontecem falhas como um lombo de bacalhau conftado salgado demais, servido com batata, tomate-cereja e azeitona no caldo de vôngole (R$ 87,00). É muito melhor a costela de angus guarnecida de risoto de açafrão (R$ 74,00). Para a sobremesa, peça uma versão de tarte tatin feita com pera e creme de amêndoa (R$ 25,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Vencedor

      Comer & Beber .

      Um restaurante pode ficar queimado depois de quatro trocas de cozinheiro em três anos? Isso aconteceu na história recente do Kaá, mas a turbulência acabou tendo um final feliz. A dança das panelas começou com a baixa do francês Pascal Valero. Seus substitutos, João Vergueiro Leme e Marc Le Dantec, não chegaram a esquentar o posto. Desde julho, a casa tem menu assinado pelo francês Laurent Suaudeau e vive uma de suas melhores fases. No dia a dia, ele não dá expediente por lá, mas suas receitas são replicadas com competência pelo chef executivo Massimo Barletti. Laurent recupera antigos sucessos de sua carreira, como o pato no tucupi com laranja (R$ 75,00), e lança novidades, entre elas o atum quase cru com vinagrete de quiabo, pupunha e nhoque empanado de mandioca e banana-da-terra (R$ 67,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2015.)

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Comer & Beber .

      Tem poucos rivais quando se fala em cenário: é um dos restaurantes mais bonitos da cidade, com uma gigantesca parede forrada de plantas e teto retrátil que se abre nos dias de calor. Se o salão continua inalterado, tem novo chef, que fez uma pequena reformulação no cardápio. Desde maio, a cozinha está nas mãos do francês Marc Le Dantec. Ao menu italiano montado pelo sócio Paulo Barros, o novo titular introduziu oito receitas, algumas de alma brasileira e técnica francesa. São sugestões como a costela bovina ao molho de vinho tinto com legumes grelhados e inhame frito (R$ 67,00). Ótima reinterpretação do drinque caju amigo, a fruta aqui é confitada na cachaça com sorbert de limão (R$ 21,00) e impressiona como sobremesa. (Preços checados em setembro/outubro de 2014.)

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes variados Comer & Beber .

      É um dos cenários mais bonitos da cidade, com uma gigantesca parede forrada de plantas. Embora tenha passado por três mudanças de comando de outubro de 2012 para cá, mantém inalterada a qualidade de suas sugestões. Primeiro houve a baixa do francês Pascal Valero, hoje no NB Steak. O chef foi substituído por João Vergueiro Leme, que permaneceu somente até agosto. No mês passado, a dupla Salvatore Loi e Paulo Barros reformulou quase todo o cardápio, que está cada vez mais italiano — as especialidades francesas são agora coadjuvantes, caso do steak tartare com fritas (R$ 33,00). Foram incorporados a pera cozida no vinho tinto com gorgonzola italiano, nozes carameladas e salada frisée (R$ 31,00), o torteloni de burrata ao molho de tomate com ragu de berinjela mais folhas de rúcula (R$ 56,00) e a porchetta assada ao próprio molho com risoto de limão-siciliano (R$ 64,00). Na execução, encontra-se Massimo Barletti, que foi o primeiro titular do Girarrosto e teve uma passagem pelo Italy, pertencentes a omesmo grupo empresarial. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes variados Comer & Beber .

      A cada ano que passa, o consistente trabalho desenvolvido pelo francês Pascal Valero assegura uma qualidade que coloca o restaurante entre os melhores de sua categoria. O chef concentra-se em receitas de origens francesa e italiana, às quais faz muitas vezes bem-vindas interferências com ingredientes brasileiros. Sobra delicadeza ao refinado balotine de lagostim, uma espécie de embutido recheado do crustáceo ao molho de vermute guarnecido de compota de alho-poró. A bisteca suína recebe a companhia de maçã caramelada e purê de batata. De sobremesa, o tiramisu chega numa versão reestilizada por Valero na qual se destaca um crocante de avelã. A boa carta de vinhos inclui o espanhol tinto Prado Rey Roble 2007. Pratos e bebidas desfilam por um cenário de tirar o fôlego, cuja beleza está no pé-direito altíssimo com uma de suas paredes coberta por 7.000 plantas típicas da Mata Atlântica.

      Veja SP

    • 2011 - Indicado

      Restaurantes melhor ambiente Comer & Beber .

      Não é só o belo salão do Kaá, contemplado com um voto de ambiente mais bonito da cidade pelo júri de VEJA SÃO PAULO, que impressiona. Assim como a parede revestida por 7.000 plantas típicas da Mata Atlântica, a cozinha do francês Pascal Valero surpreende e, por isso, o restaurante recebeu três votos como o melhor de sua categoria. O chef desenvolve um trabalho requintado com pratos das culinárias da França e da Itália. Seus acertos se destacam da entrada à sobremesa. Inicie pela deliciosa terrine de foie gras salpicada de flor de sal na companhia de marmelada de figo. Uma das marcas do chef é a delicadeza, notável em massas como o ravióli de queijo gorgonzola enriquecido por compota de pera e nozes. Das sugestões de frutos do mar, a tenra lula recheada de lagostim recebe a escolta de metade deste crustáceo sobre arroz negro cercado por molho piperade (pimentão e tomate). O tagliatelle fresco banhado em molho de manteiga guarnece o aromático pernil de vitelo assado. Em versão reinterpretada, o tradicional doce de chocolate opéra é valorizado por geleia de bacuri. A carta de vinhos traz o chileno Terranoble Gran Reserva Carmenère 2008.

      Veja SP

    • 2011 - Indicado

      Restaurantes variados Comer & Beber .

      Não é só o belo salão do Kaá, contemplado com um voto de ambiente mais bonito da cidade pelo júri de VEJA SÃO PAULO, que impressiona. Assim como a parede revestida por 7.000 plantas típicas da Mata Atlântica, a cozinha do francês Pascal Valero surpreende e, por isso, o restaurante recebeu três votos como o melhor de sua categoria. O chef desenvolve um trabalho requintado com pratos das culinárias da França e da Itália. Seus acertos se destacam da entrada à sobremesa. Inicie pela deliciosa terrine de foie gras salpicada de flor de sal na companhia de marmelada de figo. Uma das marcas do chef é a delicadeza, notável em massas como o ravióli de queijo gorgonzola enriquecido por compota de pera e nozes. Das sugestões de frutos do mar, a tenra lula recheada de lagostim recebe a escolta de metade deste crustáceo sobre arroz negro cercado por molho piperade (pimentão e tomate). O tagliatelle fresco banhado em molho de manteiga guarnece o aromático pernil de vitelo assado. Em versão reinterpretada, o tradicional doce de chocolate opéra é valorizado por geleia de bacuri. A carta de vinhos traz o chileno Terranoble Gran Reserva Carmenère 2008.

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Restaurantes variados Comer & Beber .

      De ambientação espetacular, o restaurante tem como atração uma parede de pé-direito alto pela qual se distribuem harmoniosamente 7.000 plantas típicas da Mata Atlântica. Completa o cenário grandioso do salão de 700 metros quadrados o teto retrátil, aberto nos dias de calor. A cozinha, orientada pelo sócio Paulo Barroso de Barros, dono também do Due Cuochi Cucina, está nas mãos do francês Pascal Valero. Chef refinado, ele propõe caprichadas receitas de seu país natal, assim como sugestões italianas. De produção própria, encanta o tortellini de queijo brie com compota de figo na manteiga e sálvia. Na linha clássica de bistrô, o confit de pato vem guarnecido de batata à provençal. A paleta de cordeiro chama atenção pela maciez e chega na companhia de purê de mandioquinha. Bem montada e cara, a carta de vinhos traz o tinto francês Château Puycarpin 2007.

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Restaurantes chef do ano Comer & Beber .

      De ambientação espetacular, o restaurante tem como atração uma parede de pé-direito alto pela qual se distribuem harmoniosamente 7.000 plantas típicas da Mata Atlântica. Completa o cenário grandioso do salão de 700 metros quadrados o teto retrátil, aberto nos dias de calor. A cozinha, orientada pelo sócio Paulo Barroso de Barros, dono também do Due Cuochi Cucina, está nas mãos do francês Pascal Valero. Chef refinado, ele propõe caprichadas receitas de seu país natal, assim como sugestões italianas. De produção própria, encanta o tortellini de queijo brie com compota de figo na manteiga e sálvia. Na linha clássica de bistrô, o confit de pato vem guarnecido de batata à provençal. A paleta de cordeiro chama atenção pela maciez e chega na companhia de purê de mandioquinha. Bem montada e cara, a carta de vinhos traz o tinto francês Château Puycarpin 2007.

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    w

    Conectando a %s