Halim (Desde 1973)

Tipos de Restaurantes: Árabes
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Doutor Rafael De Barros, 56 - Paraíso - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 38875167
Horário:
segunda-feira
11:30 - 23:00
terça-feira
11:30 - 23:00
quarta-feira
11:30 - 23:00
quinta-feira
11:30 - 23:00
sexta-feira
11:30 - 23:00
sábado
11:30 - 23:00
domingo
11:30 - 16:00
Lanchonete: 9h às 23h (domingo até 16h30).
monetization_on

Faixa de preço

De R$0,00 a R$110,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Entrega em domicílio ((11) 38848502) (1), Lugares/Capacidade total (128), Comida (couvert) (R$ 4,00), Levar vinhos (permite) (R$ 35,00)

(1)a partir das 19h

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

É um árabe descomplicado, procurado por quem quer um salgado para viagem ou para comer lá mesmo, de pé no balcão (a esfiha aberta de carne com gotinhas de limão espremido na hora sai por R$ 5,40). Receitas quentes um pouco mais elaboradas, como a abobrinha recheada (R$ 34,00), cozida demais, e o charutinho de fibrosas folhas de uva (R$ 34,00), ficam no patamar regular. Sem erro, o quibe cru (R$ 36,00) chega à mesa com cebola, cebolinha e hortelã à parte, para o cliente temperar a gosto. Há ainda uma opção de rodízio (R$ 74,90) e de combinados na hora do almoço durante a semana (R$ 34,90).

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      É um árabe descomplicado, procurado por quem quer um salgado para viagem ou para comer lá mesmo, de pé no balcão (a esfiha aberta de carne com gotinhas de limão espremido na hora sai por R$ 5,40). Receitas quentes um pouco mais elaboradas, como a abobrinha recheada (R$ 34,00), cozida demais, e o charutinho de fibrosas folhas de uva (R$ 34,00), ficam no patamar regular. Sem erro, o quibe cru (R$ 36,00) chega à mesa com cebola, cebolinha e hortelã à parte, para o cliente temperar a gosto. Há ainda uma opção de rodízio (R$ 74,90) e de combinados na hora do almoço durante a semana (R$ 34,90). (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      No almoço durante a semana, a melhor (e mais econômica) maneira de provar as receitas típicas é pedir uma “degustação”. Não se trata de um menu em sequência, mas de um combinado servido num prato com divisórias. São três opções frias, duas quentes e um acompanhamento (R$ 31,90), como salada tabule, homus e babaganuche mais charutinho de folha de uva, cafta (bem passada) e arroz com lentilha. À la carte, invista no quibe cru com hortelã e cebolinha para picar por cima (R$ 32,00) e na seção de salgados. A vitrine da lanchonete na entrada guarda opções fechadas de carne e ricota (R$ 4,50 cada uma), entre outras. Para adoçar, um ninho de pistache sai por R$ 5,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2017.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      Aberto sem interrupção, atrai a clientela tanto pelo rodízio de seis pedidas quentes e outras seis frias (R$ 68,00) quanto pelos salgados (R$ 4,50 a esfiha folhada de carne e R$ 4,50 a fechada de queijo). Das sugestões à la carte menos previsíveis, a cafta pode ser servida no molho de tomate com queijo (R$ 43,00) ou no molho de gergelim (R$ 43,00) — ideal para deixar o acompanhamento de arroz de aletria molhadinho. Antes, compensa mais pedir o trio de pastas (R$ 30,00) do que as porções individuais de babaganuche (R$ 26,00) ou coalhada (R$ 26,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      O salão está longe de ser bonito e o atendimento, com garçons esbaforidos dividindo-se entre as muitas mesas, não é lá um primor. Mas o público fiel bate ponto por ali em busca da comida de bom custo-benefício e bem temperada. A melhor forma de começar é por uma pasta, como o homus bem puxado no alho (R$ 26,00), ou o babaganuche (R$ 26,00) com um toque discreto de limão. Ainda que às vezes a receita chegue um tanto salgada, vale arriscar a esfiha fechada de ricota bem cremosa (R$ 4,30), além da clássica de carne aberta (R$ 4,30). Servido embrulhado no papel-alumínio, o saboroso kebab de faláfel é tão molhadinho de tahine que fica impossível não se lambuzar. Custa R$ 15,00. Para comer cafta, quibe e charutinhos a perder de vista, há o rodízio, por R$ 68,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      Logo na entrada fica o concorrido balcão, que confere um ar de lanchonete ao endereço. É ali que a clientela mais apressada faz um pit stop para provar as esfihas abertas de carne (R$ 3,70) e as fechadas em boas versões de ricota (R$ 3,90) e de verdura (R$ 3,90). No grande salão dos fundos, podem ser pedidas receitas à la carte como a abobrinha recheada de carne e arroz ao molho de tomate (R$ 31,00). E também o rodízio de especialidades típicas (R$ 65,00), que traz itens como o crocante falável, o bolinho de fava e grão-de-bico, ao molho de tahine com saladinha de rabanete, tomate e salsinha. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      Visto da rua, parece uma lanchonete com um grande balcão, cercado pela clientela que se apoia ali para provar um salgado ou um doce, ambos feitos na casa. Aos fundos fica o amplo salão repleto de mesas, umas coladas às outras. Há uma infinidade de esfihas abertas e fechadas. Nem todas funcionam. Prefira a versão de carne, que também pode ser folhada, e a de ricota. Dos pratos quentes, o faláfel (bolinho frito de fava e grão-de-bico) ao molho de gergelim é muito bom.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2010/2011

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s