Clique e assine por apenas 5,90/mês

Cutello

(Desde 2018)

Tipos de Restaurantes: Variados

VejaSP:

Endereço: Rua Bela Cintra, 1737 - Jardim Paulista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 27774994

Site: http://cutello.com.br/

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00

quarta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00

quinta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00

sexta-feira 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

sábado 12:30 - 00:00

domingo 12:30 - 17:00

Estabelecimento fechado

Faixa de preço: De R$111,00 a R$165,00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (200)

Resenha por Arnaldo Lorençato

É impossível falar do Cutello sem lembrar o nome de seu sócio mais ilustre: o ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello, que faz sua estreia no ramo. O corredor tem como parceiros no empreendimento — aberto em dezembro a um custo de 4 milhões de reais, no cálculo dos sócios — o empresário Mark Yip e o chef Rafael Leão. Embora tenha trabalhado em endereços italianos como o Due Cuochi e o Eataly, o cozinheiro só agora faz sua estreia como titular. O cardápio variado é uma colagem de suas experiências anteriores. Além de massas clássicas, Leão gosta de sugerir o porquinho de leite, que vem com pele pururuca de verdade (R$ 58,00). Pena que a lentilha vermelha da guarnição perca pontos por ser firme demais, quase dura. Acertar o cozimento ajudaria muito. Em compensação, a cotoletta grelhada, peça de 1 quilo extraída do contrafilé bovino e maturada por 28 dias, é primorosa. Custa R$ 210,00 e pode ter diferentes acompanhamentos. Um dos melhores é o risoto de alho-poró (R$ 18,00), de cozimento impecável. antes dos pratos, encanta o bao do du (R$ 32,00), delicado pãozinho chinês servido em trio e recheado de carne suína com picles de cebola-roxa, criado pelo cozinheiro Eduardo Higa. Na sobremesa, o pudim de leite sem furos ao discreto aroma de capim-limão (R$ 18,00) é bem docinho. É melhor que o interessante ravióli de abóbora de massa al dente demais com sorvete de coco (R$ 22,00).

Informações checadas em fevereiro de 2018.

    É impossível falar do Cutello sem lembrar o nome de seu sócio mais ilustre: o ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello, que faz sua estreia no ramo. O corredor tem como parceiros no empreendimento — aberto em dezembro a um custo de 4 milhões de reais, no cálculo dos sócios — o empresário Mark Yip e o chef Rafael Leão. Embora tenha trabalhado em endereços italianos como o Due Cuochi e o Eataly, o cozinheiro só agora faz sua estreia como titular. O cardápio variado é uma colagem de suas experiências anteriores. Além de massas clássicas, Leão gosta de sugerir o porquinho de leite, que vem com pele pururuca de verdade (R$ 58,00). Pena que a lentilha vermelha da guarnição perca pontos por ser firme demais, quase dura. Acertar o cozimento ajudaria muito. Em compensação, a cotoletta grelhada, peça de 1 quilo extraída do contrafilé bovino e maturada por 28 dias, é primorosa. Custa R$ 210,00 e pode ter diferentes acompanhamentos. Um dos melhores é o risoto de alho-poró (R$ 18,00), de cozimento impecável. antes dos pratos, encanta o bao do du (R$ 32,00), delicado pãozinho chinês servido em trio e recheado de carne suína com picles de cebola-roxa, criado pelo cozinheiro Eduardo Higa. Na sobremesa, o pudim de leite sem furos ao discreto aroma de capim-limão (R$ 18,00) é bem docinho. É melhor que o interessante ravióli de abóbora de massa al dente demais com sorvete de coco (R$ 22,00).

    Informações checadas em fevereiro de 2018.