Casa Portuguesa (Desde 1997)

Tipos de Restaurantes: Portugueses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Cunha Gago, 656 - Pinheiros - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 38191987
Horário:
segunda-feira
11:30 - 15:30
terça-feira
11:30 - 15:30
quarta-feira
11:30 - 15:30
quinta-feira
11:30 - 15:30
sexta-feira
11:30 - 15:30
sábado
11:30 - 16:00
domingo
Fechado
Rotisseria e loja: 8h/16h (sábado a partir das 10h; fecha domingo e feriados).
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (85), Comida (couvert) (R$ 23,00) (1), Levar vinhos (permite) (R$ 30,00)

(1)valor para até duas pessoas

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Aqui dá para comer bacalhau sem gastar tanto. O.k., o espaço é bem simples e os pratos também são. Coberta de farofa de pão, a posta chamada de dom gonçalo (R$ 58,00) chega acompanhada de batata cozida, ovo e arroz de brócolis. Antes, dá para ficar na salada de tomate com palmito em conserva (R$ 38,00). Um alerta na hora da sobremesa: os doces típicos nem sempre estão no auge do frescor.

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    BOLINHO DE BACALHAU

    Para ingressar no espaço simples e bem cuidado, é preciso tocar o sinal e esperar que alguém abra o portão. Quando se sentar, peça uma unidade de bolinho de bacalhau (R$ 4,00). Depois, vai bem o pescado cozido com grão-de-bico e batata (R$ 97,00).

    Preços checados em outubro de 2017.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Portugueses Comer & Beber .

      Aqui dá para comer bacalhau sem gastar tanto. O.k., o espaço é bem simples e os pratos também são. Coberta de farofa de pão, a posta chamada de dom gonçalo (R$ 58,00) chega acompanhada de batata cozida, ovo e arroz de brócolis. Antes, dá para ficar na salada de tomate com palmito em conserva (R$ 38,00). Um alerta na hora da sobremesa: os doces típicos nem sempre estão no auge do frescor. (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Para ingressar no espaço singelo e bem cuidado, é preciso tocar o sinal e esperar que alguém abra o portão. Produtos como vinhos e azeites ainda ficam expostos em prateleiras — a casa foi inaugurada originalmente como um empório —, mas é a vocação de restaurante que sempre atraiu a maior parte do público. Novidade, o pequenino croquete de alheira com um toque de queijo ralado estimula o apetite (R$ 17,00). Delícia molhada, o bacalhau cozido com grão-de-bico e batata custa R$ 97,00 e dá para dois, mas também pode ser encontrado na versão individual às quintas, a R$ 32,00. (Preços checados em setembro de 2017).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Endereço simples, onde dá para comer bacalhau sem esfolar o bolso. Com jeito de residência, é necessário tocar a campainha para entrar. Uma salada fresca, como a de feijão-fradinho ao vinagrete (R$ 32,00), é boa opção de entrada. Para duas pessoas, o pescado ao forno vem com batata, cebola, pimentão, tomate e ovos (R$ 86,00). É uma pena os doces típicos terceirizados nem sempre aparecerem fresquinhos. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes bom e barato Comer & Beber .

      Apertadinha, a casa de esquina tem alguns dos salões com teto translúcido, que permite a entrada de luz natural. O restaurante de Maria João Martins funciona só para o almoço e está sempre cheio. Para a entrada, ela sugere um bolinho de bacalhau pequeno e baratinho (R$ 4,00), frito em formato que lembra o de um croquete, ou uma boa alheira (R$ 29,00). Há uma adequada variedade de pratos em tamanho individual. Seja na versão à estalagem (R$ 46,00), do pescado servido em lascas com batata ao murro e farofa de couve, ou à ribeiro alves (R$ 53,00), cozido com batata, ovo, cebola e brócolis, o bacalhau do Porto vem absolutamente sem sal. Uma pitadinha a mais e pronto. Uma tortinha de amêndoa com coco (R$ 6,50) é a opção doce sem gema de ovo para fechar a refeição. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes bom e barato Comer & Beber .

      Faz a linha português baratinho, e os preços são realmente uma atração. Para conseguir resultados razoáveis, a proprietária, a ex-enfermeira Maria João Martins, usa o bacalhau do Porto. Nas entradas, o pescado aparece no formato de bolinho (R$ 3,00) e de rissole (R$ 3,00). Entre os pratos principais, é o ingrediente da versão à dom gonçalo (R$ 88,00, para dois), na forma de uma posta de frita em crosta de pão com arroz de brócolis, ovo e batata cozida, e no clássico à gomes de sá (R$ 71,00, para dois). A casa encomenda doces a um bom fornecedor, que faz ótimos toucinhos do céu (R$ 6,00) e queijadinhas (R$ 6,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Coisa rara, este é um português que não esfola o bolso. Sempre lotado, passou por uma ampliação nos últimos anos. Para preparar as receitas, a dona Maria João Martins usa o ótimo bacalhau do Porto. Na receita ao forno, o pescado em lascas pedaçudas vem no molho de tomate e recebe arroz de companhia (R$ 59,00). De entrada, além dos bolinhos de bom tempero (R$ 3,00), a alheira (R$ 21,00) tostada na chapa é outra boa opção. Embora não sejam preparados na cozinha do restaurante, os doces, como o pastel de natas (R$ 5,50), são benfeitos. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Neste ano (2012), a qualidade dos pratos teve uma sensível evolução. A proprietária Maria João Martins passou a usar bacalhau do Porto em alguns pratos, além do saithe, mais escuro e de padrão inferior. Em lascas, o pescado dá vida a um arroz úmido e rico em molho de tomate. Também fica muito bom na tradicional receita ao forno, cuja posta alta chega à mesa em fumegante travessa de barro. Ambos são suficientes para dois paladares. Antes, prove o bolinho de bacalhau ou a alheira. De sobremesa, vá de queijadinha. De segunda a sexta, tem ainda atraentes sugestões do dia em porção individual e a um preço fixo. Conduzido com fidalguia pelo time de garçons, o serviço surpreende pela gentileza.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2010/2011

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s