Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

WhatsApp: função de envio de dinheiro começa a ser disponibilizada

Por enquanto, apenas alguns bancos vão participar do serviço

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 4 Maio 2021, 18h35 - Publicado em 4 Maio 2021, 18h34

O WhatsApp liberou nesta terça-feira (4) o envio de dinheiro pela plataforma de mensagens. O serviço não terá cobrança de taxas. Por enquanto, apenas alguns usuários brasileiros devem topar com a nova funcionalidade na interface: a empresa promete liberar a ferramenta gradualmente.

Para enviar ou receber dinheiro o participante deve ter um cartão que seja Visa ou Mastercard: as transferências poderão ser feitas por cartão de débito, pré-pagos ou combo (cartões de crédito, por enquanto, não funcionam). Os bancos e instituições financeiras que participam da operação são: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop.

A funcionalidade estará disponível por meio do “clipe de papel” que aparece ao lado da caixa para escrever as mensagens, no caso de dispositivos Android; e para IOS, pelo sinalzinho de “+” da tela de conversas.

As operações terão limites: cada usuário pode enviar até 1 000 reais por transação e receber até 20 transações diariamente (com limite total de 5 000 reais por mês). A funcionalidade, por enquanto, está disponível apenas para pessoas físicas.

O serviço é feito pelo Facebook Pay e processado pela Cielo. Os usuários poderão usar um PIN ou a biometria para aprovar as transações de envio de dinheiro.

Continua após a publicidade
Publicidade