Clique e assine com até 89% de desconto

A nova rotina de Silvio Santos, longe da televisão há oito meses

Saiba o que o apresentador de 89 anos, recluso desde março em sua casa, gosta de fazer com o tempo livre

Por Redação VEJA São Paulo 20 nov 2020, 11h59

Silvio Santos, 89, está há cerca de oito meses em isolamento. É o maior período longe da televisão que o dono do SBT já encarou nas suas quase sete décadas de carreira. Para aproveitar o tempo livre, ele tem trabalhado em casa e vem colocando a leitura em dia. 

De acordo com o portal Na Telinha, Silvio está recluso na sua mansão junto com a esposa, Íris Abravanel, 71. Silvio tem um escritório particular na residência onde cumpre suas funções como administrador. Atento ao que acontece, ele lê de manhã os principais jornais do país. E, assim como acorda cedo, também não dorme muito tarde, dificilmente passando das 22h30. 

Quando não está trabalhando, o apresentador gosta de ler. Suas temáticas preferidas são as biografias e uma de suas prediletas é o livro que narra parte de sua própria vida. Sonho Sequestrado, escrito por Marcondes Gadelha, conta a história da candidatura de Silvio Santos pela presidência do Brasil em 1989. 

Mesmo longe do SBT, o dono da emissora fez algumas mudanças em programas. O diário Triturando e o semanal Notícias Impressionantes foram reformatados durante esse período de pandemia.

Desde março, Silvio não recebe visitas de seus familiares e dos diretores executivos de sua empresa. Atualmente, angustiado por não poder trabalhar na televisão, o apresentador fez apenas uma aparição desde que se isolou, participando através de uma mensagem por vídeo da inauguração de uma filial da rede Havan, no Pará. 

Em 2014, a Vejinha entrou na casa que Silvio tem em Orlando. Na ocasião, foi possível perceber que o dono do baú leva uma vida pacata: ele disse que gosta de lavar a louça e ama doces e sorvete.

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Continua após a publicidade
Publicidade