Clique e assine por apenas 6,90/mês

Apresentador tem trombose venosa cerebral e está em coma induzido

Rodrigo Rodrigues havia sido diagnosticado com Covid-19 há cerca de 15 dias

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 27 Jul 2020, 09h54 - Publicado em 27 Jul 2020, 09h52

Rodrigo Rodrigues, apresentador do Grupo Globo, está em coma induzido em um hospital da Barra da Tijuca, no Rio. Ele passou por um procedimento cirúrgico para diminuição da pressão intracraniana após a equipe médica confirmar uma trombose venosa cerebral (TVC).

“O Hospital Unimed-Rio informa que o paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues deu entrada em nossa emergência na noite do último sábado, 25/07/2020, apresentando como sintomas cefaleia, vômitos e desorientação, além de possuir diagnóstico prévio de Covid-19. Após a confirmação de trombose venosa cerebral, foi realizado, neste domingo, 26/07/2020, um procedimento para diminuição da pressão intracraniana. Neste momento, encontra-se sedado e internado na unidade de terapia intensiva”, disse o boletim assinado pelo médico Paulo Henrique Ribeiro Bloise.

A Globo informou que Rodrigo recebe apoio e acompanhamento após o “diagnóstico confirmado de Covid-19 há cerca de 15 dias” e que ele estava afastada de suas funções desde então. Atualmente, ele apresenta o programa “Troca de Passes”, do Sportv.

 

Publicidade