Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Maisa Silva assume os cachos e compartilha transição capilar

A partir de agora, ela apresentará o "Programa da Maisa" com as madeixas onduladas

Por Redação VEJA São Paulo 18 jul 2020, 16h07

A apresentadora Maisa Silva decidiu passar a tesoura em boa parte do seu cabelo para se livrar das madeixas alisadas durante seu processo de transição capilar. “Que alívio! Como é bom mudar”, comemorou no Instagram sobre a mudança radical. Ela encantou os seguidores, que não viam os cachinhos desde quando era pequena e apresentava Bom Dia & Companhia na SBT.

Apesar de desejar a transformação há um tempo, Maisa teve que esperar até que fosse seguro ir a um salão de beleza por conta da pandemia de coronavírus. “Estou me arrumando em casa, eu mesmo faço o meu cabelo e minha mãe faz as minhas unhas. Estou há cinco meses sem fazer sobrancelha fora de casa. Agora, cortar o cabelo foi um alívio”, conta.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Confira a publicação:

View this post on Instagram

AAAAAAA ACONTECEU!!! Meu primeiro grande corte feito pelo @rodrigovizu para eu arrasar no meu programa! Vocês sabem o quanto eu esperei por esse momento e o quanto ele significa pra mim e pra minha transição capilar. Tem um video super legal no insta do Rodrigo mostrando como foi esse corte e eu também falei um pouco sobre nos meus stories. Que alívio! Como é bom mudar ♡

A post shared by +A (@maisa) on

Continua após a publicidade

Agora, ela está ansiosa para gravar as novas edições do Programa da Maisa com o novo visual. A apresentadora também não vê a hora de gravar novos filmes com a madeixas enroladas. “Ansiosa para quando eu tiver fazendo um filme pela primeira vez com meu cabelo. Vai ser um surto. Vocês não tem ideia do quanto vai significar para mim. Principalmente porque passei a vida toda mudando de cabelo para o papel”, disse no Twitter.

O cabeleireiro de Maisa, Rodrigo Vizu, publicou o processo do corte completo nas redes sociais:

View this post on Instagram

Fico muito feliz em ver que essa vai ser a primeira geração com ícones de pessoas que passaram pela transição e se tornaram mulheres incríveis! A gente conhece a Maísa há tanto tempo que esquece que ela só tem 18 anos, e ela vai inspirar muita gente dessa mesma idade – ou menos – a se achar linda e nunca se sentir pressionada a alisar o cabelo, devagarinho a gente chega lá. Nesta transição estamos resignificando a expressão "cabelo de Maísa" para dizer que esse visual é de uma mulher forte e independente, não de uma criança fofa 👊🏼👊🏼 🎶 Kartell – Cost of Love #vizuhairclub #leoasdorodrigo #wavyhair #messyhair #cacheado #cabelocacheado #curlyhair #curlyhairdontcare #curls #antesedepois #antesydespues #transicaocapilar #transiçãocapilar #xaupodressiva

A post shared by Rodrigo Araújo (@rodrigovizu) on

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade