Clique e assine por apenas 5,90/mês

Padre Marcelo Rossi lança livro sobre empurrão: “Dor tremenda”

Obra trata de renascimento após momentos difíceis; religioso foi lançado do altar em julho

Por Redação VEJA São Paulo - 14 out 2020, 09h46

O padre Marcelo Rossi está lançando o livro “Batismo de Fogo”, em que conta as experiências que viveu com o episódio em que foi empurrado durante uma missa. No dia 14 de julho, uma mulher o empurrou do altar. O padre diz que lança a obra em meio à pandemia porque acredita que este é um batismo de fogo para a humanidade.

“Esse é um momento de reflexão para um resgate. Somos frágeis. É um novo nascimento para todos nós. A pandemia é o nosso batismo de fogo”, disse ele em entrevista ao G1.

Lançado em meados de setembro, o livro fala sobre momentos que trazem um renascimento, como o que o padre viveu naquele domingo. Ele foi socorrido pela equipe médica do local e sofreu algumas escoriações. Depois, voltou para celebrar a missa.

“Quando eu fui empurrado, eu não perdi a consciência. Essa não foi uma experiência de morte, mas foi uma dor tremenda. Eu passei dias com espasmos. Mas havia uma força dentro de mim que me dizia ‘Deus é maior'”, conta.

Continua após a publicidade
Publicidade