Clique e assine por apenas 5,90/mês

Prefeitura só deve definir volta das aulas regulares na próxima semana

Administração aguarda censo com mais informações sobre a prevalência da Covid-19 entre alunos e professores

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 13 out 2020, 20h16 - Publicado em 13 out 2020, 20h13

A definição sobre a volta das aulas regulares na rede municipal no dia 3 de novembro deve ser anunciada pela prefeitura na próxima semana. A gestão Bruno Covas (PSDB) informou nesta terça-feira (13), durante coletiva de imprensa, que a confirmação ou não ocorre no dia 22 de outubro.

O motivo é o censo sorológico que está sendo realizado com professores e alunos da rede municipal. A prefeitura aguarda os resultados dos estudo para definir a volta das aulas regulares. Em setembro, quando a pesquisa foi anunciada, Covas afirmou que cerca de 777 000 estudantes, docentes e funcionários passarão por testes para identificar quantos já tiveram contato com a doença pandêmica.

Secretário municipal de Educação, Bruno Caetano afirmou ainda que 14 escolas municipais vão reabrir para atividades extracurriculares no dia 19 de outubro. O protocolo de reabertura publicado no Diário Oficial determinava que as unidades de ensino contam com duas datas para decidirem se irão reabrir para oferecer atividades extracurriculares, sendo estas 7 e 19 de outubro. Até então, apenas uma escola municipal tinha decidido voltar a receber alunos presencialmente. 

Publicidade