Clique e assine por apenas 6,90/mês

Família realiza desejo de Rodrigo e revela filho que ele não conheceu

O jornalista queria tornar pública a existência de Gabriel, diz amigo

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 28 jul 2020, 16h56 - Publicado em 28 jul 2020, 16h51

O jornalista e apresentador Rodrigo Rodrigues, morto nesta terça (28) aos 45 anos, pretendia tornar público um segredo: ele era pai de Gabriel, um jovem de 24 anos que nunca conheceu. Apesar de não ter tido contato com o filho, Rodrigo registrou o rapaz quando ele tinha 7 anos.

A história foi revelada pelo amigo Fábio Noogh, vocalista da banda The Soundtrackers, em entrevista ao UOL. Fábio conheceu Gabriel no hospital.

“Um dos últimos desejos do Rodrigo confidenciado à Dona Sônia (mãe de Rodrigo), em maio deste ano, era incluir o Gabriel no plano de saúde médico da empresa e no devido momento revelar e assumir publicamente a existência do filho como forma de redenção por todo o silêncio que ele manteve durante esse tempo, e assim, dar algum consolo e o devido desfecho que todos eles merecem”, disse o amigo.

“Conheço o Rodrigo há 12 anos, o Gabriel é melhor coisa que ele fez na vida, sei lá porque motivo a gente foi privado disso. Ele fala que nem o Rodrigo, tem a voz aguda, é farrista igual, até no meio da dificuldade”, continou.

Continua após a publicidade

Fábio não sabe porque Rodrigo guardou segredo sobre o filho, mas disse que a família resolveu expor a situação para evitar que mentiras sobre ele fossem propagadas.

“Gabriel, de 24 anos, é filho no papel e devidamente sustentado e reconhecido legalmente desde o conhecimento da sua existência aos 7 anos de idade tanto pelo Rodrigo como pela sua fantástica família, mas nunca teve chance de conhecer o pai, fato que por seus próprios motivos, nosso amado amigo manteve segredo de todos nós esse tempo todo, creio eu para resguardar a vida íntima de todas as partes envolvidas.”

Publicidade