Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Cantor Rafael Dias, ex-The Voice, morre aos 37 anos

Artista chegou à unidade de saúde às 14h30 de segunda (8) com fortes dores abdominais e não resistiu à piora do quadro

Por Redação VEJA São Paulo 9 fev 2021, 17h21

O cantor Rafael Dias, ex-participante do programa The Voice, da TV Globo, morreu aos 37 anos na madrugada desta terça-feira (9), horas após ser internado na UPA Centro-Sul, em Belo Horizonte. Segundo os médicos, a causa da morte do artista foi uma parada cardiorrespiratória, após agravamento do quadro de dor abdominal.

O corpo de Rafael foi velado e cremado na tarde desta terça-feira (9). Segundo Bárbara Cordeiro dos Santos, prima do cantor, Rafael foi até a unidade de saúde com fortes dores abdominais. Ele foi internado para fazer exames, mas não resistiu.

”Rafael estava com muitas dores e, acompanhado da mãe, ele foi para a unidade de saúde. Foi tudo muito rápido. Os rins pararam de funcionar, teve queda nas plaquetas e uma parada cardiorrespiratória, tudo isso aconteceu em poucas horas”, explicou Bárbara ao G1.

Alguns familiares fizeram publicações nas redes sociais lamentando a morte do cantor. “Descanse em paz, primo”, dizia uma das postagens.

“Estamos desolados, ele era cheio de vida e saúde, cheio de planos, com um coração gigante. É muito doloroso perder alguém assim tão rápido. A vida é um sopro”, lamentou Bárbara.

Continua após a publicidade

Rafael nasceu no Alto Vera Cruz, na Região Leste de BH, e era muito conhecido na região pelos trabalhos voluntários de musicalização em uma ONG. O cantor participou do programa The Voice em 2015 e fez parte do time do cantor Lulu Santos

O líder comunitário do bairro, André Cavaleiro, disse que a perda para a comunidade foi grande, porque ele era uma referência. “O The Voice foi uma bandeira para o Alto Vera Cruz como alguém que conseguiu vencer todas as dificuldades e representava demais aqui para nós como artista e referência. Grande perda de alguém que tinha um futuro maravilhoso pela frente”, disse.

Atualmente, Rafael morava sozinho no bairro Santa Cruz, na Região Nordeste de BH. Ele deixou pai, mãe e três irmãos.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Continua após a publicidade

Publicidade