Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Bia Doria anuncia mega vila natalina inspirada em NY e Paris

Idealizada pela primeira-dama, complexo terá árvore de Natal gigante, pista de patinação, parque de diversões e ações sociais

Por Redação VEJA São Paulo 18 out 2021, 16h47

A primeira-dama Bia Doria anunciou, nesta segunda-feira (18), que o Parque Villa-Lobos, na Zona Oeste, vai receber no Natal deste ano a “Villa Natal”, um complexo de 22 000 metros quadrados que trará atrações, decorações e feiras natalinas. O espaço, financiado pela iniciativa privada, vai funcionar entre dezembro e janeiro, deve gerar 150 empregos e planeja arrecadar alimentos e brinquedos, segundo o planejamento.

O evento natalino é iniciativa da própria Bia, que também é a presidente de honra do Fundo Social de São Paulo, e, de acordo com ela, foi inspirado em grandes atrações de Nova York, Paris e Frankfurt.

“Depois de um ano sem Natal, é nosso sonho fazer algo que pudéssemos passar maior esperança às pessoas. O meu desejo é que essa vila se torne tradição em São Paulo, porque nas grandes cidades já temos isso, um local onde as pessoas podem se reunir com a família”, disse a esposa do governador João Doria.

Após um chamamento público para decidir qual empresa seria responsável pela organização do evento, a Live Now saiu vencedora. Não foi divulgado o valor que será gasto para estruturação e funcionamento do evento, mas a empresa deverá investir ao menos R$ 560 000 de contrapartida para o Parque Villa-Lobos.

O espaço vai contar com uma árvore de natal de 65 metros de altura, uma pista de patinação de 300 metros quadrados, espaços temáticos decorados como a Casa do Papai Noel e a Casa da Mamãe Noel, além de um parque de diversões com 15 atrações, uma feira de artesanato temática e uma feira gastronômica com pratos típicos da data. A organização prometeu incentivo a pequenos artesãos.

O espaço funcionará entre 10 de dezembro e 6 de janeiro, de segunda à sexta, das 14h às 23h, e aos sábados e domingos, das 10h às 23h. Os ingressos custarão de R$ 20 a R$ 40. Famílias de até quatro pessoas que doarem um brinquedo de R$ 75 terão isenção na entrada. Além da arrecadação de brinquedos, também está previsto um espaço para arrecadação de alimentos. A organização estima que consiga arrecadar 15 mil brinquedos e 10 toneladas de alimentos durante todo o tempo do evento.

Está prevista a contratação de 150 jovens para trabalhar na vila natalina. Eles terão um programa especial de capacitação profissional para a tarefa. A organização espera que 150 mil pessoas visitem a vila de Natal até o dia 6 de janeiro, quando a estrutura será desmontada.

Continua após a publicidade

Veja algumas imagens do “Villa Natal”:

croqui da arvore de natal de 65 metros que o evento Villa Natal vai ter
Árvore de Natal do “Villa Natal” terá 65 metros de altura Divulgação/Governo do Estado de São Paulo/Veja SP
croqui de fachada do Villa Natal
Croqui da fachada do “Villa Natal”, que funcionará entre 10 de dezembro e 6 de janeiro no Parque Villa-Lobos Divulgação/Governo do Estado de São Paulo/Veja SP
croqui de casas estilo vila natalina e presentes
O “Villa Natal” ainda terá ações sociais como arrecadação de brinquedos e alimentos Divulgação/Governo do Estado de São Paulo/Veja SP
croqui de uma das casas da atracao Villa Natal
O evento contará com uma Casa do Papai Noel e uma Casa da Mamãe Noel Divulgação/Governo do Estado de São Paulo/Veja SP

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Continua após a publicidade

Publicidade