Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

ONG promove bazar com comida e artesanato feitos por refugiados

Refugiados do Congo, Senegal e Síria preparam comidinhas, artesanato e música para o evento deste fim de semana 

Por Veja São Paulo Atualizado em 5 dez 2016, 11h48 - Publicado em 11 dez 2015, 13h59

A ONG Adus – Instituto de Reintegração do Refugiado promove o último bazar de 2015, que será realizado no Instituto Casa da Cidade (Rua Rodésia, 398, Sumarezinho) neste final de semana. No sábado (12), o evento começa as 10 horas e segue até as 22 horas, com discotecagem, petiscos, bebidas especiais para encerrar o dia. No domingo (13), será das 10h às 17h.

+ Para o Natal: opções bacanas de brechós e bazares

Os quitutes do bazar serão preparados por Omana Ngandu e Kamal Kabawa, que farão receitas do Congo e árabes, respectivamente. Do primeiro grupo, há uma massa feita com inhame, mandioca, milho ou banana-da-terra chamada fufu, além do pondu, que é a folha de mandioca refogada com dendê. Ambos serão servidos juntos a peixe e verduras por 20 reais. Há também o bitekuteku, refogado de folhas verdes, berinjela e cebola acompanhado de bacalhau e arroz, por 15 reais.

Na seção dos pratos árabes, babaganuche, homus ou tabule podem acompanhar duas esfihas a 20 reais ou três bolinhos de faláfel por 15 reais. O sanduíche arais, feito no pão sírio e recheado com carne, queijo ou zátar, será vendido por 10 reais. Suco de tamarindo (3 reais) e doces diversos (R$ 5,00 cada um) completam a refeição. 

Livros, CDs, DVDs, roupas, sapatos, acessórios e objetos de decoração também estarão à venda. Na área do quintal, entre outras atrações, o sírio Anas Alhafez mostrará seu trabalho com caligrafia árabe, além de arte com henna e oficinas de turbante, dreadlocks e tererê africanos. 

Continua após a publicidade

+ Veja a seleção dos melhores restaurantes árabes pelo guia Comer & Beber 2015/2016

 

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade