Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Henri Castelli: o que se sabe sobre agressão que desfigurou rosto do ator

Agressores responderão por lesão corporal grave; testemunhas dizem que confusão começou após reclamação por festa

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 jan 2021, 11h39 - Publicado em 13 jan 2021, 11h33

O delegado Fabrício Lima do Nascimento afirma que os agressores de Henri Castelli, 42, foram identificados e serão indiciados pelo crime de lesão corporal grave. A autoridade é responsável pela Delegacia da Barra de São Miguel, cidade localizada no litoral de Alagoas, onde aconteceu a agressão contra o ator. Um dos homens contestou a versão contada pelo global e disse que revidou a um ataque. 

De acordo com testemunhas, Castelli reclamou de uma festa organizada em uma marina local e isso deu início às agressões. O ator teria ido questionar os organizadores do evento em uma mesa com quatro casais. “Os agressores afirmam que Henri não gostou da realização da festa e a confusão teria iniciado”, disse o delegado. 

Ainda segundo ele, a confusão teria começado entre Henri e o dono da casa de show. O ator teria tentado agredir o empresário, mas acabou atingindo um amigo dele, que teria revidado.

O ator e os envolvidos contaram versões diferentes à polícia sobre o motivo da briga.

“Henri disse que não teria motivo, não sabe o porquê. O outro lado disse que o ator falou mal da casa de show para o proprietário, o que gerou uma discussão inicial entre eles. O ator teria ido para essa casa de show e depois para a marina [na Barra de São Miguel]. Lá, encontrou o dono da casa de show, que teria lhe dado cortesia, e que quando o dono da casa de show perguntou se ele teria gostado, ele teria dito que não e teria falado muito mal do show”, disse o delegado.

A polícia civil identificou, até o momento, quatro agressores e já os ouviu. O delegado afirmou que não pode revelar a identidade dos envolvidos. 

Foram solicitadas as imagens das câmeras de segurança do local onde aconteceram as agressões. No entanto, a marina informou que elas não estavam funcionando no momento. 

Continua após a publicidade

O delegado disse ainda que já foram ouvidas mais de 10 pessoas, entre envolvidos e testemunhas. “Está tudo bem encaminhado, eles responderão pelo crime de lesão corporal grave. Creio que em até 15 dias entregaremos o inquérito ao Ministério Público para o oferecimento da denúncia”, explicou. 

Relato de Henri

Na noite de segunda-feira (11), Henri Castelli falou sobre a agressão que sofreu em Maceió no último dia 30. Segundo o ator, ele foi “agredido covardemente” e reza para não ficar com sequelas.

“Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano, por ocasião de um acidente na academia”, disse nas redes sociais. “A verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente sem que eu pudesse reagir ou me defender.”

“O que aconteceu foi que eu estava com alguns amigos, e do nada eu fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e fui agredido”, contou no vídeo. “Vítima de socos e chutes que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula”, continuou.

O ator contou que percebeu que o machucado era grave. “A impressão que eu tinha era que minha boca estava pendurada naquele momento”, lembrou. “Liguei imediatamente para minha dentista, que me orientou a ir para um hospital mais próximo.”

Henri diz que teve a mandíbula amarrada com um fio de aço para retornar a São Paulo, onde passou por uma cirurgia de correção. Na ocasião, o ator decidiu não tornar pública a agressão por causa de sua família.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

  • Continua após a publicidade
    Publicidade