Clique e assine por apenas 6,90/mês

Um brinde com Lynch

A convite da Dom Pérignon, o cineasta David Lynch empresta seu universo surreal a duas garrafas de champanhe vintage

Por Patricia Moterani - Atualizado em 5 dez 2016, 16h38 - Publicado em 10 nov 2012, 00h00

Se fossem duas mulheres, as garrafas de Dom Pérignon Blanc Vintage 2003 e Dom Pérignon Rosé Vintage 2000 seriam, respectivamente, “uma loira, fria e correta, e uma ruiva, selvagem e imprevisível, com mistério dentro de si e que te deixa com vontade de bater à sua porta novamente”. É assim que o cineasta David Lynch, conhecido pelos filmes que reproduzem histórias e cenários oníricos, define suas recentes criações. A convite da Dom Pérignon, maison para a qual fotografou uma campanha em 2011, Lynch desenhou os estojos e os rótulos desses dois novos vinhos brut de edição limitada, que chegam ao Brasil em dezembro. Para ambos os champanhes, o cineasta criou um brasão metalizado, com cores diferentes: bronze para o Blanc Vintage 2003 e roxo para o Rosé Vintage 2000. “Queria que o resultado fosse modern oe reproduzisse a experimentação que há em todo o processo de criação”, diz Lynch. Cada garrafa de 750 mililitros do blanc tem preço médio de 750 reais e a do rosé,1 500 reais.

Publicidade