Clique e assine por apenas 6,90/mês

Grandes empresas de chocolate anunciam doação de ovos de Páscoa

Os doces se destinam a hospitais, profissionais de saúde e pessoas em situação de vulnerabilidade social

Por Gabrielli Menezes - Atualizado em 8 Apr 2020, 13h43 - Publicado em 8 Apr 2020, 12h39

Em face à pandemia da Covid-19, as vendas de chocolate devem diminuir de acordo com entidades do setor. Antes do coronavírus, a estimativa da Associação Paulista de Supermercados (Apas) era um crescimento de 2,2% nas vendas em relação a 2019. Com a crise, a expectativa é que ocorra uma queda de 8,5%. No interior do estado, a projeção negativa é de 8,2%, enquanto na capital e Grande SP, a queda deve chegar a 10,5%.

Algumas empresas de chocolate com excedente de mercadoria decidiram fazer ações solidárias. A Lacta, que anualmente entrega 10.000 ovos no projeto chamado Páscoa Solidária, anunciou o envio de meio milhão de unidades (cinquenta vezes mais) para diversas entidades e instituições que atendem pessoas em vulnerabilidade social. Para driblar as adversidades deste ano, a marca ainda colocou no ar um e-commerce próprio (lactaemcasa.com.br).

A Cacau Show encaminhou 1,4 milhão de reais em chocolates de todas as linhas da marca para hospitais, postos de saúde e hemocentros. Desde segunda (6), está entregando ainda 300.000 ovos para instituições de caridade, escolas e empresas de serviços essenciais, como limpeza, manutenção e segurança. A empresa fechou ainda uma parceria com o Pão de Açúcar e o Extra para que as lojas dos supermercados nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro comercializem os produtos de Páscoa

Mais modesta na doação, a Kopenhagen destinou 7.000 ovos para profissionais do Incor e do Einstein M’Boi Mirim (Hospital Municipal Moysés Deutsch) mais 2.000 para doadores de sangue do Banco Paulista de Sangue. No site, a marca entrou com a promoção de 30% de desconto em toda a linha da data comemorativa, além de frete grátis nos pedidos digitais. Outra empresa que aderiu os preços promocionais para ovos, palomas e cestas foi a Ofner, com rebaixamento de preços também de 30%.

Continua após a publicidade

Na linha da bondade com cacau, a rede de restaurantes Outback enviou 6.000 ovos a três hospitais paulistanos (Moysés Deutsch, Municipal da Vila Santa Catarina e Beneficência Portuguesa) como forma de agradecimento a serviços prestados pelos profissionais de saúde. Também destinou 7.600 unidades para a revenda em pequenos negócios, como mercadinhos, padarias e empórios da Grande São Paulo.

Publicidade