Clique e assine por apenas 6,90/mês

Museu de Arte Sacra recebe evento sobre chás

Sylvia Rodrigues, especialista na bebida, conduzirá a degustação harmonizada com quitutes doces e salgados

Por Paola Micheletti - Atualizado em 12 Jan 2017, 15h58 - Publicado em 20 Dec 2016, 16h54

No primeiro sábado de fevereiro (4), o jardim do Museu de Arte Sacra de São Paulo receberá um evento sobre chás, o Folha Perdida: Cores, Sabores e Harmonização, que contará com degustação da bebida conduzida pela especialista Sylvia Rodrigues, do Teakettle. Em diferentes sabores, os chás serão harmonizados com algumas comidinhas, como pães de queijo com ou sem recheio.

Na entrada, a partir das 16h30, os visitantes degustam um chá preto gelado. Depois, cada um irá preparar a própria bebida, com sachê e água quente distribuídos no local. Todos são orgânicos, da marca Numi, feitos com flores e frutas e sem aromas artificiais.

Chás verdes e brancos também serão servidos no evento e combinados com salgadinhos, canapés e docinhos indicados pela especialista. “O chá é sempre feito com a camélia finense, ele é verde ou não de acordo com o processo de secagem e fermentação”, explica Sylvia.

Outros sabores da degustação são laranja com especiarias, rosas brancas e o tradicional chá chinês, feito com pontas de folhas douradas.

Continua após a publicidade
Sylvia Rodrigues, do Teakettle: a especialista em chás conduz as atividades e harmonizações
Sylvia Rodrigues, do Teakettle: a especialista em chás conduz as atividades e harmonizações Divulgação

A partir das 17h, Fábio Guimarães, CEO da empresa FGX/Guimart, que promove o evento, faz uma palestra sobre alimentos orgânicos. As degustações e harmonizações começam às 17h20, com orientação da tea sommelier Sylvia Rodrigues, que também ministrará aula sobre a história da bebida de origem oriental.    

Os ingressos estão disponíveis para compra no site do evento. Mas, atenção: quanto mais perto do evento, mais salgado seu valor. Até sábado (14), o lote promocional tem ingressos a 100 reais. No segundo lote, que vai até 21 de janeiro, o preço sobe para 130 reais por pessoa. Depois, até 2 de fevereiro, aumenta para 150 reais. Quem deixar para comprar na hora pagará 180 reais.

Publicidade