Imagem Blog

Tudo de Som Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Novidades da música, clipes, entrevistas, artistas, listas e shows, por Tomás Novaes.
Continua após publicidade

“Não existe essa possibilidade”, diz Frejat sobre turnê com Barão Vermelho

O cantor e compositor carioca conversou com a Vejinha sobre seu novo show, que passa por São Paulo nesta quarta-feira (9), no Teatro Bradesco

Por Tomás Novaes
8 ago 2023, 16h57

Frejat, 61, se apresenta nesta quarta-feira (9) no Teatro Bradesco com seu novo show, Trio Eletro Acústico.

O cantor e compositor carioca estará acompanhado no palco de seu filho, Rafael Frejat, e o guitarrista Maurício Almeida.

No repertório, os sucessos dos mais de quarenta anos de carreira do artista, como Amor Pra Recomeçar, Segredos, Flores do Mal e Por Você.

O músico começou sua carreira em 1981, como integrante e um dos compositores da banda Barão Vermelho, ao lado de Cazuza (1958-1990).

Continua após a publicidade

Em 1985, após a saída do parceiro, passou a ser vocalista do grupo. Frejat manteve uma carreira solo em paralelo até 2017, quando saiu do conjunto.

Restam poucos ingressos. Livre. Teatro Bradesco. Bourbon Shopping São Paulo, ☎ 3670-4100. ♿ Qua. (9), 21h. R$ 160,00 a R$ 240,00. teatrobradesco.com.br.

3 Perguntas para Frejat

Como nasceu a ideia do show Frejat Trio Eletro Acústico?

Esse show partiu da minha necessidade de fazer algo mais delicado do que o formato de banda, mas não tão delicado quanto minha apresentação voz e violão. Sozinho, eu não tinha muitas possibilidades de criar um arranjo mais sofisticado, com introduções, solos e uma moldura musical. A coisa do trio veio para expandir isso, com o foco na canção, mas também uma parte musical mais sofisticada.

E como é dividir o palco com seu filho, Rafael? Vocês sonhavam com esse projeto?

Isso veio da pandemia. Quando começou, estávamos isolados, todos em casa, e pintou aquela coisa de fazer lives. Eu tenho um estúdio a uma quadra de casa, e tínhamos condição de ir lá, tocar e voltar. Então convidei o Rafael para participar, e ele topou. Fiquei felicíssimo. Antes da pandemia, ele estava muito dedicado à banda dele, o Amarelo Manga, e não era o caso de fazermos algo juntos. Fizemos vários arranjos, eu adorei tocar com ele, foi muito gostoso. E, quando os shows começaram a voltar, quis continuar isso. Ele foi muito receptivo, o que me deu uma alegria enorme. Tocar com o filho, ainda mais uma pessoa tão talentosa… é muito impressionante, ele toca muito bem, tem conceito, estética. E se entendeu muito bem com o Maurício, viraram grandes amigos. Eles foram responsáveis pela direção musical e pelo conceito artístico do show.

Continua após a publicidade

Recentemente, no Conversa com Bial, você comentou sobre sua saída do Barão Vermelho, e fez um paralelo com o atual momento dos Titãs, que estão fazendo uma turnê de reencontro. Você já conversou com a banda sobre a possibilidade de uma turnê comemorativa?

Não existe essa possibilidade. Eu não conversei, porque não existe. A minha saída foi muito definitiva para mim. Acho que o Barão havia chegado em um estágio celebratório da sua obra o que muitas pessoas podem achar constrangedor, mas eu particularmente me orgulho. Você tem 35 anos de carreira e compôs uma porção de músicas queridas pelas pessoas, então pode celebrar isso. Mas esse não era o desejo dos outros, a gente realmente estava querendo andar por caminhos diferentes. Foram 35 anos de dedicação à banda, e foi decidido que o meu conceito não era o que os outros queriam. Somos amigos, ontem mesmo foi aniversário de um empresário do Barão, estávamos todos lá, juntos, batendo-papo, alegria total. Mas, dentro do projeto artístico, acho que é definitivo mesmo.

Compartilhe essa matéria via:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.