Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Chocado com a morte de Eduardo Coutinho

Acho que não existe outra palavra para descrever meu estado: choque! O cineasta Eduardo Coutinho, morto a facadas, supostamente pelo próprio filho, era algo para jamais ser lido nas manchetes. Tempos atrás, foi feita uma homenagem a ele em São Paulo, mas, por causa de uma pneumonia, o diretor não pôde vir do Rio de […]

Por Miguel Barbieri Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 22h51 - Publicado em 2 fev 2014, 17h10

Acho que não existe outra palavra para descrever meu estado: choque! O cineasta Eduardo Coutinho, morto a facadas, supostamente pelo próprio filho, era algo para jamais ser lido nas manchetes. Tempos atrás, foi feita uma homenagem a ele em São Paulo, mas, por causa de uma pneumonia, o diretor não pôde vir do Rio de Janeiro. Coutinho fumava muito, isso é sabido, e imaginava que, um dia, quem sabe, fosse partir por causa de alguma doença. E não esfaqueado em seu apartamento!.

+ Cineasta Eduardo Coutinho é morto a facadas no Rio de Janeiro

+ Philip Seymour Hoffman, ator de Capote, morre  aos 46 anos

Perdemos nosso melhor documentarista. E o elogio não é, de jeito nenhum, porque ele morreu. Eu não cansava de dizer que muitos cineastas que se metem a fazer documentário gostariam (mas não conseguiam) ser Eduardo Coutinho. Colocar a câmera na cara do entrevistado e extrair algo excepcional não é um dom de todos. Coutinho tinha essa virtude.

coutinho

Ele criava uma cumplicidade, uma parceria tão íntima com os seus depoentes que, daí, nascia algo genuíno. Nunca vi nada forçado nos trabalhos de Coutinho. Dos religiosos de Santo Forte aos moradores de Copacabana do Edifício Master, de um vilarejo nos confins do Brasil em O Fim e o Princípio à brincadeira entre realidade e atuação em Jogo de Cena. O legado de Coutinho é intenso. Certamente, deixou discípulos, mas acredito que nenhum com a capacidade de abrir o coração das pessoas sem ser invasivo. Que falta fará Eduardo Coutinho.

 Quer ter informações diárias sobre cinema? Venha conhecer e curtir minha página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade