Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Humberto Abdo (Maria Carolina Matheus da Silva) Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

‘Drag Race parece uma montanha-russa sem cinto de segurança’

Prestes a se apresentar no palco do Cine Joia, drag queen Denali relembra participação em RuPaul's Drag Race e revela detalhes sobre performance inédita

Por Humberto Abdo Atualizado em 3 Maio 2022, 21h44 - Publicado em 20 abr 2022, 11h08

Em sete horas de festa, a nova edição da Priscilla terá duas atrações internacionais no palco do Cine Joia nesta quarta, 20. Após o sucesso no reality show RuPaul’s Drag Race, as drag queens americanas Denali e Raja se apresentam a partir das 2h após um encontro com alguns fãs nos bastidores.

Nascida no Alaska, nos Estados Unidos, Denali conquistou o público mesmo sem ter vencido a 13ª temporada do programa. Eliminada em oitavo lugar, marcou a edição ao se apresentar com patins de gelo (dublando canções ao mesmo tempo). Pela primeira vez no Brasil, ela falou à coluna sobre início de carreira, a expectativa de conhecer fãs brasileiros e projetos futuros:

Qual foi seu primeiro contato com a cultura drag e quando começou a se apresentar?

Minha primeira exposição ao universo drag foi pelo Drag Race. Eu costumava trabalhar e me apresentar em navios de cruzeiro como patinador no gelo e todos os gays a bordo se reuniam e assistiam à 5ª temporada do programa. Foi quando comecei a pensar que poderia fazer isso também.

Em que momento decidiu se tornar drag queen em “tempo integral”?

Só depois que deixei de atuar e patinar no gelo. Mesmo quando me mudei para Chicago para começar a fazer drag, eu ainda treinava e ensinava patinação no gelo porque, infelizmente, nos EUA ainda é quase impossível ser uma rainha local e sobreviver com os salários extremamente baixos. E as drag queens locais ainda são as artistas mais mal pagas do setor.

Quais foram os momentos mais memoráveis da sua experiência em RuPaul’s Drag Race?

Foram definitivamente meus lipsyncs (competições de dublagem musical). É onde me sinto mais confortável e em controle. Drag Race parece uma montanha-russa sem cinto de segurança, mas quando eu estava dublando, senti que finalmente tinha o controle de tudo. Bem, exceto no meu último momento do programa, é claro! (risos)

A drag queen Denali posa com vestidinho branco curto em cenário de gelo e patins.
A drag queen Denali. Divulgação/Divulgação

Você já esteve no Brasil antes? Como é sua relação com seus fãs hoje em dia?

Nunca, então é uma honra. Os fãs brasileiros têm sido os mais apaixonados, amorosos e enérgicos e mal posso esperar para me apresentar para eles. Amo muito todos eles.

Continua após a publicidade

Como você costuma se preparar antes de uma apresentação? Tem algum ritual pelo qual gosta de passar antes de subir ao palco?

Não tenho muitos rituais, gosto de tirar uma soneca e ter tempo suficiente para me maquiar sem pressa, ninguém gosta de correr antes do show. Antes de subir ao palco, faço questão de alongar todas as articulações do meu corpo para que não haja surpresas quando subo ao palco.

O que você está planejando para a apresentação desta semana em São Paulo?

Estou planejando dois números completamente novos, um muito sexy e dançante de uma cantora brasileira muito famosa. A outra é uma balada que eu nunca faço em um dos meus looks favoritos. Quero fisgar uma reação emocionada do público. Por último, é claro, vou trazer o talento pelo qual sou mais conhecida.

Em quais outros países você sonha em se apresentar? Quais são seus próximos projetos para este ano?

Eu adoraria me apresentar na Europa, tipo Itália, Espanha, Noruega, França e Holanda. Também adoraria fazer Austrália, Tailândia, Filipinas, Argentina, Peru e Coreia do Sul (a performer já viveu no país durante um ano). Continuo viajando e conhecendo meus fãs em todos os lugares, mas também estou trabalhando novas músicas e buscando palcos maiores e melhores.

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Para mais novidades e destaques paulistanos, siga Humberto Abdo no Instagram e no Twitter.

Drag queen Denali posa em fundo psicodélico vermelho e veste vestido verde com peruca ruiva.
Drag queen Denali. Divulgação/Divulgação
Drag queen Denali veste corset verde com detalhe vermelho e penas verde-musgo na cultura. Aparece pendurada em balanço.
Denali. Divulgação/Divulgação
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês