Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Repórter da Globo abordado por mulheres comenta polêmica de brasileiros

"Tem muita gente usando esse vídeo de uma forma que eu não concordo e eu queria explicar por que", disse Ben-Hur Correia no Twitter

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 5 fev 2020, 14h01 - Publicado em 21 jun 2018, 11h11

Em 2016, o repórter Ben-Hur Correia fazia uma entrada ao vivo no SporTV quando foi surpreendido por mulheres que participavam de uma despedida de solteira em Las Vegas, nos Estados Unidos. “Parei aqui porque tem uma noiva, acho que eu vou ser interrompido!“, disse o jornalista antes de receber um beijo na bochecha de uma das americanas. Assista: 

Após a repercussão do vídeo polêmico dos brasileiros da Rússia, muitos internautas questionaram se a situação vivida pela repórter russa não era semelhante à do jornalista do SporTV em 2016. As comparações foram inevitáveis e, após muito falatório, o próprio Ben-Hur usou seu perfil no Twitter para se manifestar sobre o caso. “Eu fui inundado por um monte de mensagem comentando aquele vídeo engraçado onde eu sou atacado por umas meninas em Las Vegas e tem muita gente usando esse vídeo de uma forma que eu não concordo e eu queria explicar por que“, disse o jornalista.

Primeiro, a gente não pode comparar a minha situação naquele vídeo com a situação que a menina russa sofre no vídeo rodeada por brasileiros. Eu não fui coagido, eu não fui insultado e eu não fui induzido a falar palavras que me insultam num idioma que eu nem conheço. As situações são bem diferentes“, explicou Ben-Hur. “Segundo que eu sou homem, eu conseguiria me desvincilhar daquela situação de uma forma mais normal, mais natural. Se fosse uma menina na minha situação, rodeada por homens, aí sim seria muito mais preocupante“.

O repórter do SporTV finaliza o vídeo com um último argumento: “Tem muita gente falando ‘mas feminismo não prega a igualdade?’. Quando a gente fala de igualdade no feminismo, a gente tá falando de igualdade de oportunidades. As mulheres lutam para ter o mesmo salário que os homens quando tão trabalhando na mesma função, elas lutam para ter as mesmas oportunidades que os homens têm em organizações. É desse tipo de igualdade que a gente tá falando“. Assista: 

Continua após a publicidade

Na internet, o comentário de Ben-Hur foi muito elogiado por mulheres. “Esse cara ganhou o meu respeito!“, disse uma jovem no Twitter. Confira a repercussão: 

Continua após a publicidade

Dê sua opinião: E você, o que achou do comentário de Ben-Hur? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.