Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Lilia Cabral vai às lágrimas ao falar sobre a filha no Altas Horas

"É orgulho mesmo, é orgulho porque a gente... aí, não quero chorar", disse a atriz no sábado (19)

Por Redação VEJA São Paulo 21 out 2019, 11h06

Lilia Cabral foi uma das convidadas do Altas Horas deste sábado (19) e foi surpreendida por Serginho Groisman com uma homenagem emocionante organizada pela produção da atração da TV Globo. “A Lilia tem com a filha uma relação… de mãe e de filha como todas mães e filhas, mas o orgulho dela em ver ela seguindo a mesma carreira deve ser emocionante, né?”, disse o apresentador. “É orgulho mesmo, é orgulho porque a gente… aí, não quero chorar”, disse a atriz.

“Então sabe o que é? Depois você fala, primeiro mostra algumas imagens. Daí você chora mais!”, brincou Groisman — clique aqui para assistir ao momento. O clipe mostrou cenas da relação de Lilia com Giulia desde seu nascimento, em 1996. Apesar da curta duração, a homenagem emocionou a atriz, que estava às lágrimas após a exibição do clipe: “A minha família é muito pequena. Então eu acho que eu depositei na minha filha uma necessidade mesmo de transbordar esse amor. Mas eu tenho que tomar muito cuidado para não sufocar, claro. E ver a Giulia crescendo com muita personalidade, agora escolheu a minha profissão, a nossa profissão, e desempenhando tão bem, tendo o caminho dela… traçando por ela o caminho. Então isso é o orgulho que eu acho que não é só o meu orgulho, é o orgulho de toda mãe. Toda mãe quer ver o filho… errando, acertando, não interessa, batendo a cabeça, não interessa. Mas ela quer ver ele acertar”, disse.

“Você acha que a mãe desses meninos não deve ter orgulho? Seu pai, Daniel, imagina o orgulho que ele tem de você? Então essas coisas… a mãe de todos vocês aqui, eu tenho certeza que elas devem estar orgulhosas de vocês pensarem no futuro, do que vocês querem ser. Então isso faz parte, faz parte da nossa vida. Ver a minha filha nessa trajetória, lógico que dá uma emoção muito grande. Eu tento me controlar muito, não tento babar ovo muito, mas apesar de que ela tem arrasado, ela tem feito muito bonitinho. E eu sou muito agradecida por tudo que eu tenho na vida, principalmente a minha filha”, continuou.

Dê sua opinião: E você, o que achou do Altas Horas de sábado (19)? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)