Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Claudia Ohana desabafa no Instagram após abertura da Copa da Rússia

"Eu tô aqui assistindo abertura da Copa, tomando café da manhã, sabe aquela coisa gostosa? Não tô muito festeira, ninguém está", disse a atriz

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 14h03 - Publicado em 14 jun 2018, 13h21

Milhões de espectadores assistiram à cerimônia de abertura da Copa da Rússia na manhã desta quinta (14). Claudia Ohana foi um deles. Após a apresentação de Robbie Williams e a entrada em cena de Ronaldo Nazário, a atriz usou seu perfil no Instagram para dar uma opinião pra lá de sincera sobre o show.

Eu tô aqui assistindo abertura da Copa, tomando café da manhã, sabe aquela coisa gostosa? Não tô muito festeira, ninguém está. E eu estou achando uma pobreza essa abertura, bem pobre. E fiquei me lembrando da nossa abertura…“, disse a atriz dando uma mordida em um pãozinho. “…que foi incrível! Que foi deslumbrante, que foi realmente muito linda“. Na sequência, Claudia faz uma reflexão: “Claro que a Rússia não ia gastar uma fortuna numa abertura da Copa. Inclusive eles vão fazer só 15 minutos, vai ser mais curto, gasta menos dinheiro ainda…“.

A gente deve ter gasto todo nosso dinheiro na abertura da Copa e é por isso que a gente tá assim, com esse país assim, todo ferrado. Todo ferrado“, desabafou a atriz. “Mas bem, vamos aí, vamos torcer para o Brasil, a gente gosta de futebol. Vamos fazer o quê?“. Assista: 

https://www.instagram.com/p/BkAlV6UHvjU/?taken-by=ohanareal

Nos comentários, internautas concordaram com a crítica da atriz: “Só o Brasil mesmo, com esses políticos corruptos e desonestos“, desabafou um. “Falou tudo, gastaram todo nosso dinheiros na Copa. Coisas de terceiro mundo!“, escreveu outro.

Segundo a Transparency International, uma coalização global anti-corrupção, a Rússia é um dos países mais corruptos do mundo — ficando na frente, inclusive, do Brasil. O index de 2017, “que classifica 180 países e territórios por níveis perceptíveis de corrupção no setor público, segundo experts e empresários, usa uma escala de 0 a 100, onde 0 é altamente corrupto e 100 é muito limpo”. A Rússia tem um resultado de 29, enquanto o Brasil aparece com 37 — clique aqui para saber mais.

Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de Claudia Ohana? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade