Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Estudante pede ajuda para Nando Reis sobre prova e ele responde

"Esse domingo fiz um concurso pra UFRJ em que foi usado com base para a prova de português a sua letra 'Vou Te Encontrar'", escreveu o rapaz no Facebook

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 14 dez 2017, 16h40 - Publicado em 14 dez 2017, 16h25

Você provavelmente já ficou revoltado com o gabarito de provas. Nesta semana, um rapaz chamado Pedro ficou tão inconformado com as respostas de um concurso público que resolveu ir buscar uma solução numa fonte pra lá de inusitada: o cantor e compositor paulistano Nando Reis, ex-Titãs e autor de música que foi citada na questão.

Gostaria de pedir uma ajuda. Esse domingo fiz um concurso pra UFRJ em que foi usado com base para a prova de português a sua letra ‘Vou Te Encontrar’“, explicou o rapaz, em mensagem enviada ao astro via Facebook.

Você poderia responder as questões abaixo pra eu ver se cabe recurso ao gabarito da banca?“, escreveu. O estudante também anexou as duas perguntas em questão. E não é que o cantor respondeu?

O primeiro questionamento tratava do seguinte: No verso ‘Vou te encontrar… vou te encontrar’, o emprego das reticências indica:”. Segundo Pedro, o gabarito preliminar da banca apontava que a resposta era a alternativa “c”: hesitação. Já a segunda pergunta questionava os estudantes se no verso “Vivo, como você quer’, a alternativa que contém o significado mas adequado para a palavra destacada é:“. A resposta, no caso, seria a alternativa “b”, aproveitar a vida.

Nando Reis foi categórico ao avaliar a prova do concurso: “Na minha concepção as duas estão erradas“, escreveu. “A primeira seria ‘d’ e a segunda ‘a’“, opinou — no caso, “certeza” e “perdurar“, respectivamente. “Embora ache que o verso só poderia ser analisado dentro do contexto da estrofe“, disse o músico.

E as reticências não existem na versão original“, acrescentou Nando. “As questões deveriam ser anuladas“, finalizou. Não à toa, a interação inesperada chamou atenção na internet e acumula mais de 22 000 curtidas em apenas 6 horas. Confira: 

A interação foi confirmada pela assessoria de Nando Reis — e até colegas de Titãs do músico se pronunciaram sobre o caso. No Twitter, Paulo Miklos apoio a decisão de Pedro: “Foi muito bom consultar o autor! O Nando respondeu, e com razão, sugeriu anular as questões. Eu tomei um cuidado extremo para que no encarte do disco a letra estivesse correta, sem pontuações estranhas a canção“, explicou o músico. Confira: 

Continua após a publicidade

Após a repercussão do caso, o próprio Nando mandou uma “indireta” no Twitter: ele publicou, em seu Twitter e Facebook, uma apresentação ao vivo de “Vou Te Encontrar” e deixou um recado. “‘Vou Te Encontrar’ ao vivo, sem reticências e com resposta de sua livre escolha!“, brincou. Assista: 

Dê sua opinião: E você, o que achou da história inesperada? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.