Imagem Blog

Notas Etílicas - Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Saulo Yassuda
O jornalista Saulo Yassuda cobre cultura e gastronomia. Faz críticas de bares na Vejinha desde 2014. Dá pitacos sobre vinhos, destilados e outros assuntos
Continua após publicidade

A Barra propõe harmonização de coquetéis e pratos criativos

O estabelecimento na Barra Funda é tocado por um bartender e uma cozinheira

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 jan 2022, 14h23 - Publicado em 16 out 2020, 06h00

Um jovem casal, formado por um bartender e uma cozinheira, tem dado um tempero extra à coquetelaria paulistana. Juglio Ortiz e Nora Brass, que se conheceram quando trabalhavam no restaurante Hospedaria, na Mooca, montaram, pouco antes da quarentena, o A Barra.

Drinque: soju (destilado coreano), melão, pepino, salsão, limão, açúcar e um traço de absinto branco e aquafaba (Romero Cruz/Veja SP)

No bar, o público tem uma experiência sedutora e ainda não habitual na cidade: harmonizar drinques e comida. Atrás de uma extensa bancada (meio alta para as banquetas, aliás), ele faz mesclas balanceadas e autorais (R$ 27,00), enquanto ela expede pratos bem pensados e cheios de sabor (R$ 25,00). Tanto as receitas sólidas quanto as líquidas são sugeridas em duplas — mas está tudo bem se você quiser só bebericar ou só petiscar, já que as vendas não são casadas. E há, ainda, coquetéis clássicos, por R$ 29,00.

Com toque defumado, a mistura de tequila com infusão de coco queimado, xarope de mel, limão e aquafaba (emulsificante natural extraído do grão-de-bico, que não dá gosto, mas, sim, textura) é uma criação equilibrada e fácil de beber. A proposta é fazer par com o mole, um tipo de molho mexicano de pimentas, cacau e outros vegetais, servido ao lado de chips de tortilha de trigo.

Banana grelhada ao curry (Romero Cruz/Veja SP)

Mais um drinque que merece elogios, muito fresco e delicado, é o mix de soju (destilado coreano), melão, pepino, salsão, limão, açúcar e um traço de absinto branco, além da aquafaba. A combinação dele é feita com banana-da-terra grelhada ao curry verde de cevadinha e tucupi sobre folhas tostadas de alho-poró.

Os comes e bebes não têm nome e são identificados na carta (apenas de papel, uma pena) com haicais, minipoemas assinados por nomes como Paulo Leminski. Por isso, talvez sobre para você recitar alguns versos na hora de fazer o seu pedido.

A Barra.

Rua Barra Funda, 935, Barra Funda, tel.  99693-0935
Das 18h às 22h; fecha segunda e terça. Tem sistema de retirada
.

Continua após a publicidade

Clique aqui para saber todos os detalhes.

AVALIAÇÃO: bom (três estrelas)

Confira o cardápio.

Cardápio A Barra (Divulgação/Divulgação)

 

 

 

 

 

 

 

 

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Valeu pela visita! Tem alguma novidade para me enviar? Meu e-mail é saulo.yassuda@abril.com.br

Também estou no Instagram: @sauloyassuda

E, olha só, voltei ao Twitter: @sauloy

Continua após a publicidade

 

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.