Imagem Blog

Randômicas

Por Juliene Moretti
Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.
Continua após publicidade

Festa da Toco reapresenta os principais DJs da casa da Zona Leste

Evento de flashback ocupará a Audio em 2 de setembro, com show do grupo Information Society

Por Ana Carolina Soares
Atualizado em 17 ago 2017, 20h29 - Publicado em 17 ago 2017, 17h08

No dia 2 de setembro, um sábado, o clube Audio, na Água Branca, abrirá suas portas em homenagem à Toco, a lendária casa noturna paulistana que funcionou entre 1972 e 1997 na Vila Matilde, na Zona Leste. A festa terá um show dos americanos do Information Society (se você viveu nos anos 80, deve ter feito passinhos ao som dos hits What’s on Your Mind e Repetition).

Quem já dançou até o sol raiar na pista da casa vai gostar da notícia: os DJs Vadão, Cadinho e Ricardo Crunfli, os principais do point, vão cuidar do som e tocar as principais músicas das décadas de 70, 80 e 90. Eles assumem as pick-ups às 22h e seguem no palco principal até as 2h. O conjunto entra em cena em seguida.

Enquanto Kurt Harland e sua turma entoam hits eletrônicos, o trio se reveza na pista alternativa. A noitada só deve acabar por volta das 5h da manhã. “Será um evento com o melhor do flashback”, garante Alexandre Monteiro, um dos organizadores. Se quiser garantir seu ingresso, que custa a partir de 60 reais, clique AQUI. A seguir, saiba mais sobre os célebres DJs:

Vadão

(Divulgação/Veja SP)

Nomes forte da discotecagem do país, com 36 anos de carreira, é um dos principais atrativos do cruzeiro Energia na Véia, organizado pela 97 FM. Fez a coletânea Toco House Hits, que levou um disco de ouro por vender mais de 100 000 cópias. Na balada da Vila Matilde, já abriu shows do Information Society, com um repertório de house music e acid house. “Com certeza vou tocar New Order e Technotronic”, diz.

Cadico

(Divulgação/Veja SP)

Começou organizando festas em 1976, chegando a ter um público fixo de 3 000 pessoas. Aos 16 anos de idade, foi chamado para comandar a cabine de som da discoteca Dancin’ Days, em São Paulo. Em 85, Tutinha, dono da rádio Jovem Pan, apresentou o DJ para William Crunfli e Marco Antonio Tobal, proprietários da Toco. Imediatamente, passou a fazer parte do time. “Hoje, produzo festas temáticas em todo o país”, conta. Tocará do rei do pop Michael Jackson a Jimmy Bo Horne, sucesso na década de 70.

Ricardo Crunfli

(Divulgação/Veja SP)

Irmão de William Crunfli, um dos sócios da Toco, começou a trabalhar aos 14 anos. Iniciou a atuação como DJ em 1987. Em 1989, formou uma grande parceria com o DJ Vadão. Na época, a pista da Toco era considerada a melhor da cidade. Organizou grandes folias de aniversário da boate, realizadas anualmente nos ginásios do Corinthians e Ibirapuera. Esses  eventos reuniam de 10 000 a 15 000 pessoas. “Vai ser o máximo recordar a atmosfera mágica daquela época”, diz.

Continua após a publicidade
A lendária Toco (Acervo/Divulgação)
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.