Imagem Blog

Vinho e Algo Mais Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Por Marcelo Copello
Especialista na bebida, Marcelo Copello foi colunista de Veja Rio. Sua longa trajetória como escritor do tema inclui publicações como a extinta Gazeta Mercantil e livros, entre eles "Vinho e Algo Mais" e "Os Sabores do Douro e do Minho", pelo qual concorreu ao prêmio Jabuti
Continua após publicidade

Como pedir vinho no restaurante

Confira um passo a passo de como escolher um rótulo para acompanhar uma refeição

Por Marcelo Copello
7 jul 2023, 06h00

Quem tem medo de pedir vinho em um restaurante? Não são poucos. Para ajudar nesse momento, há um passo a passo para você.

1. Quando você chegar, o sommelier, maître ou garçom, normalmente, irá lhe oferecer a carta. Mas você pode pedi-la também.

2. Leia a carta com calma. Normalmente, está organizada por tipo, país e preço. Leve em consideração suas preferências pessoais, o tipo de comida que vai solicitar e o seu orçamento.

3. Fique à vontade para pedir orientação ao sommelier. Ele é quem melhor conhece a carta e o menu. Um bom profissional saberá identificar seu gosto, sua disposição financeira, fazer o melhor casamento com o menu e conciliar o gosto de todos à mesa. Se achar necessário, peça para ver a garrafa, sem compromisso.

Continua após a publicidade

4. Ao trazer a bebida solicitada, o sommelier deve mostrá-la antes de abrir. Confira o seu pedido, veja se o vinho e a safra estão corretos e autorize a abertura. Basta um simples “pode abrir”.

5. O sommelier irá abri-la em um local onde você possa ver, como na mesa ao lado. Ele então prova um “microgole” para verificar se está perfeito.

6. Talvez ele coloque a rolha em sua mesa. Ao meu ver, isso não é necessário. Porque, uma vez aberta a garrafa, é possível examinar diretamente o vinho. Mas, caso queira, observe e cheire a rolha. Se ela estiver verde e bolorenta, há chance de o vinho estar com problemas.

Continua após a publicidade

7. Dependendo do rótulo escolhido, o sommelier também pode perguntar se você deseja alguma opção adicional, como decantar.

8. Depois, o sommelier servirá uma pequena dose para você. Veja se o vinho está de acordo. Depois de sua aprovação com um “pode servir”, ele preencherá as taças de todos os outros à mesa (primeiro mulheres, depois homens). Por último, sua taça será completada.

9. O profissional deve servir o suficiente, nunca mais que a metade da taça, para que haja espaço para que os aromas se mostrem.

Continua após a publicidade

10. Você só deve recusar a garrafa escolhida se ela estiver defeituosa. Se o vinho está bom, mas não era o que você queria, paciência. Contudo, se foi o sommelier que fez a escolha, esta troca é mais fácil. Vale sempre o bom senso.

11. O profissional bem treinado saberá dividir a garrafa de modo que todos recebam a mesma dose — e não abrirá outra sem sua autorização. Se quiser seguir no mesmo vinho, o sommelier seguirá todo o ritual novamente.

12. Ao mudar de prato, é normal mudar de vinho. Se, ao acabar a refeição, sobrar líquido na garrafa, leve o restante para casa. Cada restaurante pode ter suas variações, mas esses são os passos gerais para pedir a bebida.]

Continua após a publicidade

Tintos para a semana

Garrafa de vinho tinto em fundo branco.
Produzido no Rhône: um blend de uvas (Divulgação/Divulgação)

RIVE DROITE 2019
Do produtor Vignobles & Compagnie, da A.O.C Lirac, no Rhône. Elaborado com syrah, grenache, mourvèdre e cinsault, sem passagem por madeira. Cor rubi escura. Aroma bastante frutado, com notas de ameixa, amora, especiarias, azeitona, terra e alcaçuz. Paladar de médio-bom corpo, equilibrado e fresco. R$ 211,65, na Wine.

Continua após a publicidade

BARON DE GURPEGUI GRAN RESERVA 2008
Da Bodegas Luis Gurpegui Muga, de La Rioja, na Espanha. Elaborado com tempranillo (80%), garnacha (10%) e graciano (10%), com 36 meses em carvalho americano. Cor granada escura. Aroma com muitas especiarias, chocolate, baunilha, tabaco e ameixa seca. Paladar de médio corpo, taninos resolvidos e acidez presente. R$ 235,18, na Wine.

RAÚL PÉREZ ULTREIA SAINT JACQUES 2018
Elaborado com mencía (predominante) e garnacha, fermentado com cachos inteiros em barricas abertas, amadurece em cimento e em carvalho. Aroma intenso de framboesas, morangos, tabaco, especiarias, café e mentol. Paladar de médio corpo. Excelente exemplo de mencía. R$ 359,90, na Evino.

Publicado em VEJA São Paulo de 12 de julho de 2023, edição nº 2849.

BAIXE O APP COMER & BEBER E ESCOLHA UM ESTABELECIMENTO:

IOS: https://abr.ai/comerebeber-ios
ANDROID: https://abr.ai/comerebeber-android

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.