Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming

Vale Night, novo longa nacional, é comédia com reflexões importantes

Filme conta com participação de Linn da Quebrada, do Big Brother Brasil 2022, e é dirigida por Luis Pinheiro, da série Manhãs de Setembro

Por Barbara Demerov Atualizado em 25 mar 2022, 16h35 - Publicado em 25 mar 2022, 06h00

✪✪✪ Além de ser participante do Big Brother Brasil 2022, a atriz e cantora Linn da Quebrada atualmente também pode ser vista nos cinemas. O título nacional Vale Night, dirigido por Luis Pinheiro, está em cartaz nas salas do país e conta a história de Daiana (Gabriela Dias), jovem mãe que está exausta de lidar com as inúmeras responsabilidades do primeiro filho.

+ Indicado ao Oscar, Drive My Car é adaptação sensível de conto de Murakami

Ela resolve pegar um “vale night” para descansar a cabeça, mas, para isso, precisa deixar o filho com Vini (Pedro Ottoni), pai da criança. Ele acaba ficando entediado e decide dar uma volta com o bebê. A noite parece tranquila até que se distrai com os amigos e perde o menino, partindo em busca da criança por toda a comunidade.

Situações inusitadas, sendo que a maior parte delas dispõe de muito bom humor, são apresentadas ao espectador ao longo da narrativa, de uma hora e meia. No elenco, Linn interpreta Pulga, amiga de Vini e aspirante a DJ que começa a tocar em festas mais reconhecidas, como a Batekoo.

Desinibida e cheia de personalidade, ela tem uma relação amorosa com Linguinha (Yuri Marçal). O mais interessante de observar em Vale Night é que, para além da atmosfera jovial (que casa de forma orgânica com o cômico) e da saga desse grupo de pessoas a fim de encontrar o bebê, há discussões raramente abordadas na sociedade, como a evasão escolar das jovens mães e o peso da maternidade na vida de uma mulher solteira.

Continua após a publicidade

Em meio às aventuras de Vini, às piadas e ao senso de urgência diante de uma situação que pode acabar mal, fragmentos de reflexões sociais são expostos pouco a pouco. Dessa forma, o filme de Pinheiro consegue entregar um conteúdo profundo sobre um Brasil que, apesar de não ganhar tanto palco, existe todos os dias.

O elenco conectado, a fotografia multicolorida e os planos longos que acompanham os personagens moldam uma produção com identidade e pluralidade.

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 30 de março de 2022, edição nº 2782

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)