Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming

Na contramão de soar antiquado, Top Gun: Maverick traz os anos 80 de volta

Com Tom Cruise, sequência do icônico filme de 1986 resgata o potencial da franquia, ao mesmo tempo que traz frescor à narrativa

Por Barbara Demerov Atualizado em 19 Maio 2022, 18h16 - Publicado em 20 Maio 2022, 06h00

✪✪✪✪ Top Gun: Maverick era um dos filmes mais aguardados de 2020. Finalizado há quase três anos, foi adiado algumas vezes devido à pandemia de Covid-19, mas agora a espera está próximo de acabar: em 26 de maio, a sequência de Top Gun — Ases Indomáveis (1986) estreia nos cinemas.

+ Obi-Wan Kenobi: curiosidades sobre o personagem de Star Wars

Tom Cruise retorna ao papel de Pete “Maverick” Mitchell, um dos principais pilotos da marinha — tão icônico quanto seu Ethan Hunt de Missão: Impossível. e, apesar de a história possuir claras referências ao original, a sensação é a de que Cruise (que também produz) foi capaz de extrair todo o potencial de Top Gun para incluí-lo na sociedade moderna com frescor.

Mas a novidade que o longa pode trazer para novas gerações não se repete na tela: Maverick, piloto com mais de trinta anos de serviço, luta contra a tecnologia do mundo contemporâneo, onde caças de inteligência artificial ameaçam empregos. Quando é incumbido de ensinar jovens alunos do programa Top Gun, ele enfrenta o passado ao se reencontrar com rooster (Miles Teller), filho de seu finado amigo Goose (Anthony Edwards).

Enquanto prova que ainda tem algo a oferecer para seus superiores, Maverick também lida com um interesse amoroso: Penny (Jennifer Connelly). Entre algumas sequências reais de aviação e clichês do gênero, tudo está em perfeito equilíbrio. Sem soar antiquado, Top Gun: Maverick faz parecer que os anos 80 estão de volta.

Continua após a publicidade

Cruise e seu elenco realmente pilotam algumas naves e trazem consigo a adrenalina necessária para um filme de ação de grande porte. Com a direção de Joseph Kosinski, está tudo em seu lugar: a emoção de Maverick ao se ver de volta a um lugar que o marcou, os aprendizados de rooster e seus colegas, as músicas (incluindo a clássica Danger Zone), os sentimentos à flor da pele e o próprio amadurecimento do protagonista à frente de uma missão que pode ditar seu futuro, tanto pessoal quanto profissionalmente

+Assine a Vejinha a partir de 12,90. 

Publicado em VEJA São Paulo de 25 de maio de 2022, edição nº 2790

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)