Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming

Ministério determina retirada de filme de Danilo Gentili de plataformas

Nos últimos dias, o longa-metragem foi alvo de críticas por parte de bolsonaristas, que vêem apologia à pedofilia

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 mar 2022, 12h03 - Publicado em 15 mar 2022, 12h02

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou nesta terça-feira (15) que plataformas de conteúdo audiovisual retirem de seus catálogos o filme Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola. A produção é de 2017 e tem nomes como Danilo Gentili e Fábio Porchat

+ Shantal é alvo de críticas após morte de Ilana, mulher de Renato Kalil

Nos últimos dias, o longa-metragem foi alvo de críticas por parte de bolsonaristas, que vêem apologia à pedofilia. O ministro da Justiça Anderson Torres compartilhou um trecho do despacho, publicado no Diário Oficial da União de hoje, em seu perfil do Twitter.

De acordo com o documento, Netflix, Telecine, Globoplay, YouTube, Apple e Amazon devem suspender a exibição de Como Se Tornar O Pior Aluno da Escola. O não cumprimento da decisão resulta em pena de multa diária de R$ 50 000.  

Entenda o caso

Neste domingo (13), os apresentadores e comediantes Fábio Porchat e Danilo Gentili foram acusados de pedofilia por cena do filme Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, lançado em 2017.

Na cena, o personagem interpretado por Fábio Porchat – que é pedófilo na trama – pede para ser masturbado por um adolescente. A polêmica repercutiu principalmente em canais bolsonaristas, e chegou ao ministro da Justiça, Anderson Torres, e à ministra da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Continua após a publicidade

+ Morre Paulo Vaz, policial civil e ativista trans

“Assim que tomei conhecimento de detalhes asquerosos do filme “Como se tornar o pior aluno da escola”, atualmente em exibição na @NetflixBrasil , determinei imediatamente que os vários setores do @JusticaGovBR adotem as providências cabíveis para o caso”, escreveu o ministro da Justiça. Damares Alves se pronunciou pelo Twitter:

Os dois envolvidos responderam às críticas, ressaltando o fato de se tratar de um filme de ficção. “Quando o vilão faz coisas horríveis no filme, isso não é apologia ou incentivo àquilo que ele pratica, isso é o mundo perverso daquele personagem sendo revelado”, escreveu Fábio Porchat.

Já Danilo Gentili escreveu em sua conta do Twitter que “o maior orgulho que tenho na minha carreira é que consegui desagradar com a mesma intensidade tanto petista quanto bolsonarista”. 

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês