Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

Terceiro capítulo de Animais Fantásticos prioriza a política em contexto histórico

Produção conta com participação da atriz Maria Fernanda Cândido, em papel que pode ganhar mais atenção nos próximos longas da franquia

Por Barbara Demerov
8 abr 2022, 06h00

As expectativas estão altas para o lançamento de Animais Fantásticos: os Segredos de Dumbledore, que chega às salas de cinema de todo o Brasil em 14 de abril. O terceiro capítulo da franquia que faz parte do universo de Harry Potter apresenta mais conflitos e, consequentemente, mais tensão à medida que Gerardo Grindelwald (Mads Mikkelsen, substituto de Johnny Depp no papel do vilão) ganha mais poder e influência.

+ Os Olhos de Tammy Faye: conheça a história real por trás do filme

A trama prioriza a atenção à política em vez da magia em si, já que se passa nos anos 30, próximo do início da II Guerra mundial. Os magos não querem uma guerra com os “trouxas” (definição da autora J.K. Rolling para nós, humanos), mas Grindelwald almeja seguir por esse caminho.

Diante da ameaça, o professor Alvo Dumbledore (Jude Law) sai do conforto da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e sabe que o poderoso mago das trevas está se movimentando para assumir o controle do mundo. Conhecendo o poder do antagonista, ele pede ao magizoologista Newt Scamander (Eddie Eedmayne, vencedor do Oscar por A Teoria de Tudo e protagonista da franquia) para liderar uma equipe de bruxos — e Jacob (Dan Fogler), corajoso padeiro trouxa — em uma desafiadora missão.

+Animais Fantásticos: qual a importância da personagem de Maria Fernanda Cândido?

Os tais animais fantásticos do título ainda ganham destaque, com atenção especial a uma criatura cujo potencial pode guiar a sociedade a uma nova etapa. As ideias fascistas de Grindelwald (que, como esperado, é interpretado com maestria por Mikkelsen) não só simulam as ideias de Adolf Hitler e o cenário pré-guerra como também dão impulso ao combate mais aguardado de Animais Fantásticos, em que Dumbledore estará do outro lado, armado de sua varinha.

Imagem mostra homem de cabelo grisalho vestindo terno e cachecol, erguendo uma varinha com sua mão
Mads Mikkelsen entra no lugar de Johnny Depp para interpretar o vilão Grindelwald. (Warner Bros. Pictures/Divulgação)

O desfecho, como Harry Potter já indica pela presença do diretor de Hogwarts, é claro: Grindelwald não sobreviverá. Mas, ainda que o público já tenha ideia do final, é interessante acompanhar o que está no meio — como o peso da relação da dupla (que viveu um relacionamento amoroso no passado) nos dias atuais.

Além disso, a revisita ao mundo mágico traz uma presença que sai diretamente do Brasil: Maria Fernanda Cândido interpreta Vicência Santos. Ela é a candidata ao cargo de Chefe Supremo da Confederação Internacional de Bruxos e, apesar de a sua participação ser curta, pode ser chamada de “histórica”. A adição da atriz no elenco possivelmente ganhará mais atenção nos dois próximos longas.

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 12,90. 

Publicado em VEJA São Paulo de 13 de abril de 2022, edição nº 2784

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.