Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

‘A Jornada de Jin Wang’ traz mais representatividade ao Disney+

Michelle Yeoh, Ke Huy Quan e Ben Wang protagonizam história baseada nos quadrinhos de Gene Luen Yang

Por Barbara Demerov
26 Maio 2023, 06h00

✪✪✪ Com uma temporada de oito episódios, já está disponível no streaming Disney+ A Jornada de Jin Wang, nova série baseada nos quadrinhos de Gene Luen Yang.

+Netflix anuncia cobrança adicional para quem compartilha a conta

Atual e bem centrada no público jovem, a trama narra os desafios de um adolescente cuja vida é transformada quando ele fica amigo de um deus mitológico. Caracterizada como um “coming of age”, gênero que se baseia em apresentar a evolução de personagens na juventude, A Jornada de Jin Wang ainda mescla comédia com a ação do Kung-Fu.

Michelle Yeoh, Ke Huy Quan (ambos vencedores do Oscar por Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo), Ben Wang, Yeo Yann Yann, Chin Han, Daniel Wu e o campeão de taekwondo Jimmy Liu integram o elenco. A direção fica por conta de Lucy Liu e Destin Daniel Cretton.

Continua após a publicidade

A Vejinha participou da coletiva de imprensa para o lançamento da série. No evento virtual, Chin Han, intérprete de Simon Wang, compara o trabalho de um ator com a vida de um estrangeiro – uma das características de seu personagem.

“Nós, atores, estamos sempre viajando porque filmamos em diversos países. Fazemos teatro em lugares diferentes. Portanto, a ideia de ser nômade é bem consistente com a vida desses personagens. Eles se mudaram para a América em busca de um futuro melhor”, explica.

Han afirma que foi fácil se conectar à história, e o protagonista, Ben Wang, concorda em seguida. O jovem ator destaca que o que mais lhe chamou a atenção quando leu o roteiro foi o fato de os personagens, asiáticos, terem arcos honestos.

Continua após a publicidade

“O texto foi escrito a partir de uma visão que faz parte da nossa realidade. E é isso que eu acho que faltou por muito tempo na representação asiática no cinema e na TV. Não fomos retratados com a verdade em primeiro plano. Era sempre com outra perspectiva”, reflete.

Publicado em VEJA São Paulo de 31 de maio de 2023, edição nº 2843

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.