Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Cine Vejinha Por Blog Tudo sobre cinema, estreias e os melhores filmes

“Uma Longa Viagem”

Por Miguel Barbieri Jr. Seja no cinema-verdade (“Que Bom Te Ver Viva”) ou na ficção (“Quase Dois Irmãos”), a diretora carioca gosta de abordagens políticas. Neste documentário autobiográfico, Lucia remexe no baú das memórias para trazer à tona a história dela e de seus dois irmãos. Por meio de fotos e imagens antigas, além de […]

Por VEJASP Atualizado em 27 fev 2017, 12h30 - Publicado em 11 Maio 2012, 16h52

Por Miguel Barbieri Jr.

Caio Blat em “Uma Longa Viagem”: mistura de ficção e documentário em filme de Lucia Murat

Seja no cinema-verdade (“Que Bom Te Ver Viva”) ou na ficção (“Quase Dois Irmãos”), a diretora carioca gosta de abordagens políticas. Neste documentário autobiográfico, Lucia remexe no baú das memórias para trazer à tona a história dela e de seus dois irmãos. Por meio de fotos e imagens antigas, além de entrevistas, o roteiro relembra os anos de Lucia como prisioneira política e a viagem ao exterior feita pelo caçula, Heitor, na mesma época — a turbulenta década de 70 do período militar. A trajetória de Miguel, o outro irmão, já morto, pouco aparece. Caio Blat surge para interpretar as cartas enviadas por Heitor à família, recurso dramatúrgico que não funciona. Embora corajosa por abrir sua vida íntima, Lucia se atropela na narrativa e deixa de contar sua trajetória a partir do momento no qual virou cineasta. A partir daí, o filme é só de Heitor. Diagnosticado com esquizofrenia (nunca revelada), ele não tem papas na língua nem vergonha de rememorar suas maluquices de Londres à Índia.

+ Onde assistir a “Uma Longa Viagem”
+ Os melhores filmes em cartaz; salas e horários

AVALIAÇÃO ✪✪

Continua após a publicidade

Publicidade