Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet

Conheça serviços inusitados para pets

– Escola de etiqueta A Pet Escola Jardins, que tem entre os sócios o zootecnista Alexandre Rossi, oferece aulas comportamentais. Durante os treinos, eles passam por simulações de situações cotidianas e aprendem a não subir no sofá, não roubar comida da mesa, entre outros. Também são ensinados comandos a exemplo de senta e deita. Os […]

Por Carolina Giovanelli Atualizado em 26 fev 2017, 15h54 - Publicado em 10 out 2015, 11h15
Alexandre Rossi

Alexandre Rossi: sócio da escola de etiqueta (Foto: Carolina Giovanelli)

– Escola de etiqueta

A Pet Escola Jardins, que tem entre os sócios o zootecnista Alexandre Rossi, oferece aulas comportamentais. Durante os treinos, eles passam por simulações de situações cotidianas e aprendem a não subir no sofá, não roubar comida da mesa, entre outros. Também são ensinados comandos a exemplo de senta e deita. Os donos recebem ainda orientações para continuar os treinamentos em casa. As aulas avulsas custam 120 reais e duram 30 minutos. Alameda Campinas, 1500 (2º andar), Jardim Paulista, tel. 2501-7001 (ramal 4). www.petescolajardins.com.br.

+ Baixe GRATUITAMENTE o especial Pets no seu tablet: vídeos, dicas e muita fofura

 

 Cinema

Instalada na República, o centro cultural Matilha Cultural é totalmente aberto às mascotes. Os totós são bem-vindos em todos os eventos do centro cultural, como exposições, shows e até projeções de filmes. Com capacidade para 68 pessoas, o cinema do local tem programação constante e ingressos gratuitos. Rua Rego Freitas, 542, República, tel. 3256-2636. 

(Foto: Ana Paula Amaral)

Agenciado da Cão Modelo (Foto: Ana Paula Amaral)

Agência de modelos

Continua após a publicidade

Muitos dos bichos que você vê em revistas, propagandas e eventos podem ter vindo da agência de modelos animais Cão Modelo. Na ativa desde 2006, o negócio tem um elenco com aproximadamente 250 opções, entre cães, gatos, cobras, coelhos, aranhas e pássaros. “Os cachês começam em 100 e chegam a 1 000 reais”, diz a produtora e fotógrafa Ana Paula Amaral, dona da empresa. Quem tiver interesse poderá tentar uma vaga para seu pet no site www.caomodelo.com.br. O book com dez fotos custa 500 reais.

 

Tinder para as mascotes

Criado no final de 2013, o site Um Par pro Meu Pet tem nome autoexplicativo. Trata-se de uma espécie de Tinder, aplicativo para arranjar namorados ou ficantes, voltado a animais. O tutor monta um perfil de sua mascote com foto e informações como nome, raça, idade, sexo e cidade onde mora. “Minha ideia inicial era que os donos encontrassem outros interessados em cruzar seus cães”, diz o engenheiro civil Luis Antonio Cilento, criador da ferramenta. “Muita gente, entretanto, usa a página só para fazer amizades.”

 

Lar garantido com a morte do dono

Um serviço de assistência da empresa PetAssist, em parceria com a Yasuda Marítima Seguros, proporciona um novo lar aos pets após a morte do dono. Os bichos são levados a uma chácara em São José dos Campos. O tutor deixa informações como, por exemplo, a ração que o animal come, seus brinquedos favoritos e o histórico de vacinas. O pacote custa a partir de 19 reais mensais e pode ser contratado por meio do telefone 0800-056-2409.

DogHero

Os sócios Eduardo Baer e Fernando Gadotti: 2500 anfitriões cadastrados (Foto: Lucas Biffi)

Airbnb para cães

Em vez de hoteizinhos, a empresa DogHero (www.doghero.com.br) oferece uma opção diferente de hospedagem para animais. Seu site tem cerca de 2500 anfitriões cadastrados — 700 deles da capital —, dispostos a receber cães, gatos e outros bichos em casa, por diárias que variam de 30 a 80 reais. Os candidatos passam por entrevista telefônica e têm os antecedentes criminais checados antes de ser aceitos como parceiros. Durante a estada, há cobertura veterinária de 5 000 reais em caso de emergência. O site PetHub (www.pethub.com.br) oferece serviço similar.

Continua após a publicidade

Publicidade