Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Sala escura, com projeções interativas, pode ser vista no MIS

Cenas trazem desde moléculas até florestas, a ideia é pensar sobre a ação do homem na natureza

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 9 Maio 2021, 12h26 - Publicado em 9 Maio 2021, 12h22

A sede do Museu da Imagem e do Som (MIS), no bairro do Jardim Europa, está com uma nova atração: trata-se da instalação artística Im.Fusion. A obra de arte, desenvolvida pelo estúdio Deep Lab, é uma sala escura com 5,7 metros de largura, 4 de altura, e 10,4  de profundidade. Por lá, é possível interagir com diferentes cenas, que trazem desde moléculas até florestas. 

A visita dura doze minutos. A movimentação das pessoas é captada por câmeras e sensores, o que por sua vez, interfere no que é visto nas projeções. Um dos idealizadores da experiência, Felipe Reif, diz que, com a experiência, se busca fazer uma metáfora da ação do homem na natureza.

A Im.Fusion já passou pelas capitais Belo Horizonte e Rio de Janeiro e a cidade de Niterói. A visitação é de terça a domingo, das 11h às 17h, até 20 de junho. Ao fazer a compra do ingresso, que custa R$ 10,00, o visitante escolhe o dia e horário que quer ir. Esse agendamento deve ser seguido, considerando a recomendação de não se criar aglomerações durante a pandemia.

View this post on Instagram

A post shared by @im.fusion

Continua após a publicidade

Publicidade