Imagem Blog

Arte ao Redor

Uma curadoria de exposições, cursos e novidades dos museus, galerias e institutos culturais de São Paulo
Continua após publicidade

A cara do Brasil: confira obras imperdíveis de exposições em cartaz no Masp

Volpi Popular e Abdias Nascimento: um Artista Panamefricano estarão em exibição até o dia 5 de junho

Por Tomás Novaes
18 mar 2022, 06h00

No Masp, estão em cartaz duas exposições cheias de brasilidade. Volpi Popular apresenta obras do pintor ítalo-brasileiro Alfredo Volpi (1896-1988) que retratam imagens da cultura do povo. E Abdias Nascimento: um Artista Panamefricano, que reúne 61 pinturas do intelectual e dramaturgo paulista e ex-senador, que lutava contra a discriminação racial.

+ Quatro vezes 22: Museu Afro Brasil homenageia a Semana com quatro exposições

As duas mostras integram a programação Histórias Brasileiras, do biênio 2021- 2022, em homenagem ao bicentenário da independência do Brasil. Confira, a seguir, obras essenciais em cada uma das exibições:

Masp. Avenida Paulista, 1578, Bela Vista, 3149-5959. → Até 5/6. R$ 50,00 (grátis às terças). masp.org.br.

Imagem mostra pintura com em azul claro, branco e verde. O desenho conta com diversas bandeirinhas de cores diferentes.
Bandeiras e Mastro, de 1970, com as icônicas bandeirolas. (Comodato Masp Banco Central/Reprodução)
Imagem mostra pintura de sereia em fundo azul.
Sem Título, 1962, da série de painéis para a Companhia de Navegação Costeira. (Coleção Particular, São Paulo/Reprodução)
Imagem mostra representação de santa, com roupa eclesiástica preta e branca, sobre fundo azul.
Sem Título (santa Rita de Cássia), de 1960, que faz parte da série de representações religiosas do artista, menos conhecidas. (Coleção Ana Elisa e Paulo Setúbal, São Paulo/Reprodução)
Imagem mostra releitura da bandeira do brasil com o escrito
Quarteto Ritual nº 6, de 1971, em acrílico, pertencente ao Acervo Ipeafro, no Rio de Janeiro. (Acervo MASP, doação Elisa Larkin Nascimento/IpeAfro/Reprodução)
Imagem mostra pintura em vermelho com rosto preto e azul ao centro.
Baía de Sangue (Luanda), 1996, que evoca o genocídio da população negra, tema de pesquisa do intelectual. (Acervo IpeAfro, Rio de Janeiro/Reprodução)
Imagem mostra pintura colorida com bandeiras e formas geométricas.
Quarteto Ritual nº 6, de 1971, em acrílico, pertencente ao Acervo Ipeafro, no Rio de Janeiro. (Acervo IpeAfro, Rio de Janeiro/Reprodução)

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 23 de março de 2022, edição nº 2781

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.